____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Artigo: Leon Diniz E Kajuru: Decepção Em Dose “Dupla”


Confesso que estou estarrecido com uma mensagem pessoal no celular (WhatsApp) do Dr. Leon Diniz em cima de uma revelação do polêmico Jorge Kajuru, que está candidato a deputado federal por Goiás. Inclusive, enfatiza que “várias são as manifestações de indignação nas redes sociais antes da revelação”. 

O que pretende o senhor Leon Diniz com essa postagem, haja vista que está no comitê jurídico da Coligação Amor por Goiás, encabeçada pelo PMDB de Iris Rezende? É público e notório que ele está tentando atingir Marconi Perillo por carregar ódio pelas derrotas lhe impostas pela OAB/FORTE. Que vantagem o senhor encontra em fazer críticas que não são sábias, construtivas. Semelha-se com a oposição chegando ao estágio de baixarias. Admito que cheguei a nutrir uma admiração pelo senhor como profissional, porém, diante deste quadro, vejo que está perdendo a postura, a classe e, até mesmo, a sustentabilidade, não só como homem, como também, profissional. 

É realmente questionável essa sua iniciativa de pegar uma mensagem de um jornalista sem credibilidade, que cavou sua própria sepultura, e encaminha-la via celular para outras pessoas. Kajuru é conhecido por dar declarações polêmicas. Foi demitido de vários locais em que trabalhou, até porque não contem em contar fatos pessoais em seus programas, como a traição a sua então mulher na Copa do Mundo de 1982 e uma experiência homossexual que teve durante a infância. Para quem trabalhou com Kajuru, ao exemplo do cronista e blogueiro Cleuber Carlos, ele mente tanto que passa a acreditar nas suas próprias mentiras.

Diz Cleuber em seu blog: “O Kajuru de hoje é uma pessoa doente em estado terminal, não de corpo, mas de alma. Sob o pretexto de ser doente e bipolar, ele acredita que pode receber licença para atacar, agredir, mentir, caluniar, pois vive como se fosse morrer amanhã. Na verdade, já morreu socialmente e espiritualmente há muito tempo”. Só para se ter ideia de quem é Kajuru, ele afirmou, em entrevista a este Diário da Manhã, o seguinte: “No dia em que for candidato, não acreditem mais em mim, porque serei ladrão. Eu vou roubar a população”. Ele tem 92 processos nos três estados de onde saiu corrido: Goiás, São Paulo e Minas Gerais. Como acreditar numa pessoa dessa? 

A propósito, já participamos efetivamente de uma campanha contra os oportunistas de plantão. Muitos forçaram um terceiro turno das eleições vitoriosas do governador Marconi Perillo, em 2010, ao tentar desconstruir a imagem do líder maior da social democracia no Estado de Goiás. Tentaram em vão vinculá-lo a desvios praticados por alguns políticos a possíveis crimes e contravenções. Alguns ainda agem assim no intuito de esconder o mal feito praticado por eles no governo passado e, presentemente, na Prefeitura de Goiânia (corrupções no Mutirama, Secretarias de Cultura, de Obras, de Esporte e Lazer), além da leniência e da permissividade do prefeito da Capital com esses atos. No governo federal petista: Waldomiro Diniz, José Dirceu, Delúbio Soares e Palocci – início do mensalão, o maior crime da administração pública no Brasil; e outros crimes/corrupção praticados nos Ministérios da Saúde, da Pesca, da Fazenda, dos Esportes, das Cidades, Casa da Moeda... Enfim eles querem mexer na casa dos outros e se esquecem de limpar a sua. 

Temos, sim, que, juntos, contra atacar os oportunistas do momento, que não sabem perder e agem com o objetivo de prejudicar o Estado de Goiás. Portanto, vamos todos agir em defesa do nosso maior patrimônio, o nosso querido Estado de Goiás, usando, inclusive, as ferramentas do facebook, twitter, blog, e-mail e demais mídias com um mínimo decência. A verdade é que oposição para ser feita deve ser feita com sabedoria, o que redunda em críticas sérias e, sobretudo, construtivas. Aos poucos nos tornaremos indiferentes ao que se passa pela cabeça dos outros, quando adquirirmos um conhecimento adequado da natureza superficial e fútil de seus pensamentos, da estreiteza de sua visão, da insignificância de seus sentimentos, da perversidade de suas opiniões e da quantidade de erros que cometem. 


Patrick Barcellos

Assessor Especial do Governador Marconi Perillo                                       Facebook: Patrick Barcellos

Beijinho no Ombro Para a Inveja dos Derrotados

“Nem Parece Que Estou no Hospital, Estou Me Sentindo em Um Hotel”, Diz Paciente do Hugo


Governador Marconi Perillo transformou o HUGO em um dos hospitais mais modernos do Brasil

“Nem parece que estou no hospital, estou me sentindo em um hotel”, foi o que disse o Sr. Orlando Mariano Filho, 51, representante comercial, após ser questionado sobre as novas reformas do Hugo. Seu Orlando está internado no Hospital de Urgências de Goiânia e não poupa elogios ao atendimento e infraestrutura do hospital. “Essas reformas que foram feitas com o empenho do governador Marconi Perillo e outros profissionais, fizeram uma grande diferença. Aqui tudo é limpo e organizado, tem banheiro dentro do quarto e televisão. Tudo maravilhoso, não tenho nem como agradecer”, diz o Orlando.

Depois de passar por uma verdadeira revolução na estrutura física, gerencial e de recursos humanos, o Hospital de Urgências de Goiânia – HUGO – caminha para se transformar num Hospital Escola. As mudanças já podem ser sentidas por quem passar pela hospital. Segundo o Sr. Orlando, que é de São Paulo, “não é fácil encontrar um hospital como esse”.

Outra mudança perceptível no atual Hugo é a humanização e tratamento dos pacientes. “Hoje somos tratados com respeito. A gente cura até mais rápido. Não tem mal-cheiro, não tem infecções como antigamente. Estou muito feliz”, observa o paciente.

O governador aceitou o desafio feito por um dos diretores do Instituto Gerir, Organização Social que dirige o hospital, de garantir que a UTI do HUGO tenha o mesmo padrão de excelência da UTI do Hospital Geral de Goiânia Dr. Alberto Rassi (HGG), uma das mais modernas do País.

Marconi Fará Cruzada Pela Segurança Pública

Ciente de que é preciso conscientizar os gestores do país sobre a necessidade de promover mudanças na área da Segurança Pública para que o combate à criminalidade seja efetivo, o governador Marconi Perillo (PSDB) fará, caso seja reeleito, uma cruzada por diversos estados convocando governadores e secretários de Segurança Pública a fazerem mobilização no Congresso Nacional por mudanças na legislação penal e na relação diplomática do Brasil com os países com os quais faz fronteira; além de lutarem pela participação do Governo Federal com recursos para a segurança, dentre as principais medidas que tem defendido desde janeiro deste ano.


A decisão de Marconi por realizar uma cruzada em favor da transformação da segurança pública no país foi originada por duas razões: a urgência em mobilizar o Brasil a romper as barreiras que impedem a eficácia das ações dos governos estaduais, e o bom resultado obtido quando realizou, no ano passado, uma cruzada por 14 estados em defesa da manutenção dos incentivos fiscais. Em setembro de 2013, depois de ter visitado os estados e unido os governadores em um fórum, Marconi liderou caravana ao Supremo Tribunal Federal (STF) onde, ao lado dos governadores, esteve com oito dos 11 ministros.

Ele entregou, junto aos gestores, documento em expunham as perdas que os estados teriam, caso fossem modificadas as atuais regras da política de incentivos fiscais, com referência ao ICMS das transações interestaduais. Os governadores do Centro-Oeste, do Norte e Nordeste, de Santa Catarina e do Espírito Santo aderiram às articulações. No documento entregue aos ministros, os governadores propuseram a política de concessão de novos benefícios com limitadores inversamente proporcionais ao PIB de cada estado, de forma que os estados mais pobres pudessem conceder incentivos maiores do que os mais ricos; e o fim da unanimidade no Confaz.

“Mostramos aos ministros que se os incentivos acabarem, teríamos milhões de desempregados e aumento da inflação”, afirmou Marconi, à época. A cruzada obteve êxito e a manutenção dos inventivos, garantida. Na cruzada em favor da segurança pública, Marconi conclamará os governadores a mostrarem que é preciso mudar a legislação penal para garantir que o criminoso seja punido adequadamente, e que é necessário que a maioridade penal seja reduzida para 16 anos.

“Os menores são usados pelos criminosos mais velhos justamente porque eles têm a garantia de que os menores não serão julgados”, justifica. Marconi também argumentará que o governo federal deve destinar pelo menos 5% do orçamento para investimentos em segurança pública, e colocar, inclusive, recursos do Fundo Penitenciário para construção de presídios. Ele sugerirá que o governo federal ameace romper com a relação diplomática que mantêm com os países que fazem fronteira com o Brasil, e que exportam drogas para cá. “Até mesmo ameaçarmos não emprestarmos mais dinheiro pelo BNDES a juros tão baixos”, pontua.

Além disso, observa, é preciso que sejam enviados policiais das Forças Armadas para as fronteiras, a fim de impedirem a entrada de drogas e armas no Brasil. Mais de 70% dos crimes são originados por drogas. “Faremos um grande ultimato para acabarmos, de vez, com a disseminação do crime no Brasil”, afirma.

Após Descumprir Decisão Judicial, Iris é Proibido, Novamente, de Caluniar Marconi Perillo


PMDB não pode veicular vídeo que associa, de forma caluniosa, 
a imagem do governador ao empresário Carlos Augusto Ramos
O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) concedeu, nesta terça-feira (30/09), liminar em mandado de segurança favorável ao governador Marconi Perillo, determinando que o candidato ao governo do PMDB, Iris Rezende, cumpra, imediatamente, a decisão expedida no último domingo (29/09), que proíbe o peemedebista de veicular, no horário eleitoral gratuito no rádio e na televisão, fatos inverídicos e tampouco ligue o nome do governador ao empresário Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira.
Durante a propaganda eleitoral da noite de segunda-feira (29/08), Iris descumpriu a ordem judicial e veiculou imagens que associavam, de forma caluniosa, o nome do candidato à reeleição pela coligação 
Garantia de um Futuro Melhor para Goiás ao empresário. A partir de agora, o peemedebista não pode mais exibir o material em seu espaço no horário eleitoral. Na decisão, o juiz Sebastião Luiz Fleury destaca que, além de descumprir o que foi determinado, Iris insiste em criar “estados emocionais e passionais perante a opinião pública que ultrapassam a crítica política e do simples debate eleitoral, com claras ofensas à honra do governador Marconi Perillo”.
Caso descumpra a nova decisão, a coligação 
Amor por Goiás, liderada por Iris Rezende, terá de arcar com multa diária de R$ 40 mil. No rádio e na televisão, os programas dos candidatos ao governo ainda serão veiculados nesta quarta-feira (1º/10).
Artimanha
Além de descumprir uma decisão da Justiça, Iris Rezende utilizou-se de artimanhas em seu programa eleitoral para atacar o governador na última segunda-feira. “Pegou carona” no programa da candidata Marta Jane (PCB) ao começar o seu, de forma oficial, após a exibição do vídeo apócrifo. E não é a primeira vez que o candidato do PMDB recorre a expedientes deste tipo. Por várias, vezes Iris tem disparado críticas de forma irresponsável contra Marconi.

Todas as Pesquisas Apontam Para Vitória de Marconi no Primeiro Turno

Levantamentos feitos por diferentes institutos
confirmam tendência de vitória no dia 5 de outubro

A menos de uma semana para o fim das eleições, pesquisas divulgadas nos últimos 15 dias revelam que o governador Marconi Perillo (PSDB), candidato à reeleição pela coligação Garantia de um Futuro Melhor para Goiás, pode ser eleito no primeiro turno, em 5 de outubro.

Pesquisa Serpes divulgada pelo jornal O Popular, realizada entre os dias 8 e 12 de setembro, aponta vantagem de 14,2 pontos percentuais de Marconi sobre o segundo colocado, o ex-prefeito de Goiânia, Iris Rezende (PMDB). O governador aparecia com 39,3% das intenções de voto, contra 25,1% do peemedebista. Considerando-se apenas os votos válidos – e desprezando nulos e brancos -, Marconi tinha 50,1%.

Para ser eleito no primeiro turno, um candidato precisa ter a maioria absoluta dos votos, ou seja, 50% dos votos válidos mais um.

VeritáLevantamento do Instituto Veritá, encomendado pelo portal de notícias Brasil 247 e divulgada no dia 19 de setembro também confirma possibilidade de vitória de Marconi no dia 5 de outubro. Contabilizados apenas os votos válidos da pesquisa estimulada, o governador chega a 52,1%; enquanto Iris Rezende aparece com 24,8% de Iris Rezende.

Outra pesquisa Veritá, encomendada pelo portal Brasil 247 e divulgada no dia 25 de setembro, anuncia, mais uma vez, a possibilidade de reeleição do governador no primeiro turno. 45,3% dos eleitores entrevistados responderam que votariam no candidato do PSDB, enquanto 24,5% disseram votar em Iris. Se computados apenas os votos válidos, Marconi detém 53,1% da preferência do eleitorado, ou seja, número superior ao mínimo exigido para que a eleição seja definida no primeiro turno.

FortioriPesquisa Fortiori/TV Serra Dourada realizada entre os dias 22 e 25 de setembro comprova favoritismo de Marconi Perillo sobre os demais candidatos. O tucano aparece com 42% das intenções de voto, enquanto seu principal adversário, Iris Rezende soma 24 pontos percentuais. Em votos válidos, o governador tem 50,3%. 

SerpesNa última segunda-feira (29/09), a menos de uma semana para as eleições, foi publicada pesquisa Serpes pelo jornal O Popular que confirma tendência de definição da disputa ao Palácio das Esmeraldas no primeiro turno. De acordo com o levantamento, o governador detém 43,1% das intenções de voto, contra 24,2 pontos percentuais de Iris Rezende. Nesta pesquisa, Marconi aparece com 51,57 pontos percentuais quando considerados apenas votos válidos – excluídos os brancos e nulos. 

DirectaPublicada nesta terça-feira (30/09) no jornal Diário da Manhã, pesquisa do Instituto Directa também confirma eleição de Marconi Perillo já no próximo domingo. O tucano lidera com 44,6% de intenções de voto. Já o segundo colocado, Iris Rezende, obtém 23,4 pontos percentuais.

O levantamento comprova que, se considerados apenas votos válidos, o governador tem 52,7% de intenções de voto, o que garantiria sua reeleição no dia 5 de outubro.  

Pesquisa Datafolha: Marina Cai, Aécio Sobe e Fica Perto do 2º Turno

Pesquisa Datafolha divulgada nesta terça-feira (30) aponta os seguintes percentuais de intenção de voto na corrida para a Presidência da República:
Dilma Rousseff (PT): 40%
Marina Silva (PSB): 25%
Aécio Neves (PSDB): 20%
Pastor Everaldo (PSC): 1%
Luciana Genro (PSOL): 1%
Eduardo Jorge (PV): 0%*
Zé Maria (PSTU): 0%*
Rui Costa Pimenta (PCO): 0%*
Eymael (PSDC): 0%*
Levy Fidelix (PRTB): 0%*
Mauro Iasi (PCB): 0%*
- Branco/nulo/nenhum: 5%
- Não sabe: 5%
* Cada um dos seis indicados com 0% não atingiu, individualmente, 1% das intenções de voto; somados, eles têm 1%.
No levantamento anterior do instituto, divulgado no dia 26, Dilma tinha 40%, Marina, 27%, e Aécio, 18%.
A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal "Folha de S.Paulo".

IBOPE: Marina Cai 4 Pontos e Aécio Pode Disputar Com Dilma o 2º Turno

Pesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira (30) aponta os seguintes percentuais de intenção de voto na corrida para a Presidência da República:
Dilma Rousseff (PT): 39%
Marina Silva (PSB): 25%
Aécio Neves (PSDB): 19%
Pastor Everaldo (PSC): 1%
Luciana Genro (PSOL): 1%
Zé Maria (PSTU): 0%*
- Eduardo Jorge (PV): 0%*
Rui Costa Pimenta (PCO): 0%*
Eymael (PSDC): 0%*
Levy Fidelix (PRTB): 0%*
Mauro Iasi (PCB): 0%*
- Branco/nulo: 7%
- Não sabe/não respondeu: 7%

* Cada um dos seis indicados com 0% não atingiu 1% das intenções de voto; somados, eles têm 1%

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal "O Estado de S.Paulo".
No levantamento anterior do instituto, divulgado no dia 23, Dilma tinha 38%, Marina, 29%, e Aécio, 19%.

Apelou Perdeu: Íris Rezende Encerra de Forma Melancólica Sua Carreira Política

Quatro derrotas seguidas, fizeram o velho cacique do PMDB, Iris Rezende, perder o equilíbrio emocional e partir para agressão contra o governador Marconi Perillo. Iris diminuiu politicamente nos últimos anos. Diminuiu tanto ao ponto de ser derrotado no primeiro turno e encerrar de forma melancólica sua carreira política sendo o mais rejeitado político de Goiás.

 Iris Rezende está redefinindo os conceitos de baixaria nesta eleição. No programa eleitoral desta segunda-feira, o velho cacique descumpriu ordem judicial e voltou a associar de forma caluniosa o governador Marconi Perillo ao empresário Carlinhos Cachoeira.

Covarde, Iris pegou carona no programa de Marta Jane. E só começou o seu de forma oficial após mostrar uma denúncia maluca que não faz sentido algum, requentando fatos já esclarecidos pela Polícia Federal, pela Justiça e pelo governador Marconi Perillo.

O eleitor que esperava um programa propositivo quebrou a cara. Iris não tem propostas ou projeto. Ele tem apenas o sentimento de vingança que corre em suas veias. Iris só desqualifica o governador Marconi para tentar ser vitorioso no pleito.

É muito pouco. O povo já percebeu o ódio irista: ele é o mais rejeitado em três pesquisas e pode ver Marconi vencer no primeiro turno no próximo domingo.



A Volta de Raimundo Queiroz a Presidência do Goiás


O candidato a deputado Estadual, Raimundo Queiroz (PSDB), intensifica os trabalhos na reta final da campanha. O ex-presidente do Goiás procurou fazer uma campanha apostando no corpo-a-corpo com o eleitor, fazendo caminhadas e visitas pontuais. A aceitação da candidatura de Raimundo Queiroz foi surpreendente. 

Depois de muitos anos o Goiás Esporte Clube pode ter um ex-presidente como deputado estadual.

Olha que o clube vai precisar muito de força política para sair da atual crise financeira que beira a casa de 100 milhões de reais. Sem uma força extra da política,  o Goiás não vai conseguir sair desta crise e pode pagar um preço muito alto. As contas do Goiás estão preste a serem bloqueadas pela justiça e o CT pode ser penhorado a qualquer momento.

A eleição de Raimundo Queiroz como deputado Estadual e a volta dele a presidência do Goiás,  pode ser a única janela para o clube não mergulhar em uma depressão profunda no futebol.

O atual presidente do Goiás, Sérgio Rassi,  já está com água no nariz e o bloqueio das contas do clube pode ser a gota d'água que falta para sua renuncia. Pior que isso é falta de perspectiva para o futuro. Hoje não existe nenhum conselheiro com disposição para assumir a presidência do Goiás em caso de renuncia do atual presidente.


PROJETO DO CANDIDATO RAIMUNDO QUEIROZ  

Raimundo Queiroz quer ser deputado estadual para lutar por necessidades básicas da população: educação, saúde, segurança, mobilidade urbana e, principalmente, brigar pelo esporte. Raimundo acredita que o esporte é ferramenta fundamental para criar oportunidades para os jovens, mantê-los longe de vícios, estimular o bem estar social, contribuir para uma vida saudável. E de esporte o Raimundo é especialista. Amigo pessoal do governador Marconi Perilo, Raimundo nasceu no povoado chamado Claretiana, município de Iaciara, nordeste de Goiás. Passou boa parte da infância e pré-adolescência em Posse, ali pertinho. Em 1976 mudou-se pra Goiânia pra estudar e montar uma oficina mecânica. Na oficina preparou carros de corrida, teve um filho campeão no kart mas, logo, foi bater no futebol. Pra ser exato, no departamento amador do Goiás. Ganhou tudo por lá.



Foram mais de 30 anos dedicados exclusivamente ao Goiás
até virar o melhor presidente da história do clube. O time ganhou projeção nacional, se fortaleceu no Clube dos 13 e ainda fez as melhores campanhas no Brasileirão, como o inesquecível terceiro lugar em 2005, que levou a equipe a inédita participação na Taça Libertadores da América, um sonho do torcedor esmeraldino. Quando saiu do Goiás Raimundo ainda brilhou no Santa Cruz do Recife e no ECVitória da Bahia, como diretor executivo de futebol. Raimundo conquistou a confiança e simpatia dos torcedores com o estilo simples, acessível, talentoso e trabalhador. Montou times históricos no Goiás, Santa Cruz e no Vitória com competência e pouco dinheiro. Revelou vários jogadores. Todos renderam um bom dinheiro aos clubes. Só o atacante Welliton, no caso do Goiás, foi negociado por mais de 20 milhões de reais para um clube europeu. Até hoje o torcedor esmeraldino suspira de saudade do Raimundo. Raimundo Queiroz quer levar para a política esse modelo de sucesso, que pode ser aplicado em outros segmentos como a educação por exemplo. Confira as principais ideias e projetos do Raimundo:

PLANO DE MANDATO
Saúde

Raimundo vai manter o gabinete aberto á comunidade. Quer ouvir as dificuldades dos moradores nos postos e centros de saúde. A ideia é criar comissões formadas por lideranças de bairros e membros da própria assessoria política para antecipar problemas e mediar soluções com os governos estadual e municipal. Evitar a angústia da espera, as filas e prestar um trabalho solidário aos pacientes.

Mobilidade

Um dos maiores problemas do cidadão urbano é se deslocar de casa pro trabalho, levar os filhos à escola, encarar ônibus lotados e um trânsito caótico. Raimundo quer participar da discussão por um trânsito mais humano e transporte coletivo decente, com ônibus em quantidade e qualidade para todos.

Educação

Nas escolas públicas, o objetivo é reforçar a sintonia entre pais, alunos e professores. Estimular projetos de arte, concursos de redação e desenvolver o esporte como ferramenta de bem estar e vida saudável. Outra meta é dar mais segurança aos profissionais da educação e aos alunos com a presença contínua de policiais.


Esporte

Criar núcleos esportivos em Goiânia, Aparecida e Anápolis para revelar talentos em diversas modalidades e de graça. A experiência pode ser repetida em cidades menores com escolinhas formadoras de atletas. O governo do estado e o ministério do esporte tem dinheiro pra isso, basta ter projeto e, projeto, o Raimundo tem. Criar modelos inovadores de campanhas educativas contra a violência e o racismo e ainda apoiar uma maior participação das torcidas dentro dos clubes, com direito a voto nas principais decisões.

Habitação

Um deputado não manda construir casas mas pode pressionar e ajudar o governo a construí-las. Pode criar regras para facilitar o financiamento, reduzir a burocracia e abrir caminhos para famílias de baixa renda aos órgãos de financiamento, como a Caixa Econômica Federal, por exemplo.


Segurança

Com o aumento da violência nos últimos tempos a meta é criar uma companhia de guarda específica para colégios, incentivar a cultura da paz, estimular e cobrar do governo a construção de praças esportivas, de cursos profissionalizantes, reforma do sistema prisional, também com oportunidade de trabalho para os presos, melhores salários e equipamentos para policiais civis e militares. Promoção de palestras voltadas aos jovens sobre o risco das drogas e crimes.

Recessão à vista na Economia Brasileira: Pior Agosto Em 18 Anos

As contas do governo entraram forte no vermelho em agosto. Segundo a Secretarial do Tesouro Nacional, as contas tiveram um déficit primário (despesas maiores que receitas, sem a inclusão de juros) de R$ 10,42 bilhões no mês passado – o pior resultado para meses de agosto desde o início da série histórica, em 1997.

Com o resultado ruim de agosto, a meta parcial do segundo quadrimestre, fixada em R$ 39 bilhões, ficou muito longe de ser atingida: pelo conceito abaixo da linha (que é utilizado como parâmetro para as metas fiscais) o superávit do governo nos oito primeiros meses deste ano somou R$ 3,1 bilhões – ou seja, valor que não representa nem mesmo 10% da meta fixada para o período.


Recursos extraordinários
O forte déficit primário, divulgado nesta teça-feira (30), foi registrado apesar da entrada, no mês passado, de R$ 7,13 bilhões em recursos extraordinários por conta do parcelamento de dívidas dos contribuintes com o governo federal, a primeira parcela do chamado Refis da Copa. Sem esses recursos, o déficit das contas públicas somaria quase R$ 18 bilhões em agosto.

O resultado das contas públicas em agosto deste ano, assim como nos últimos meses, foi influenciado pelo comportamento da arrecadação – que tem registrado fraco desempenho em 2014 por conta do baixo ritmo da atividade econômica. Ao mesmo tempo, os gastos públicos continuaram subindo bem acima da alta da receita.

Acumulado do ano
Nos oito primeiros meses deste ano, ainda segundo dados do Tesouro Nacional, as contas do governo registraram um superávit primário de R$ 4,67 bilhões. O superávit é a economia feita para pagar juros da dívida pública e tentar manter sua trajetória de queda.

Com isso, recuou 87,8% frente ao mesmo período do ano passado, quando o esforço fiscal somou R$ 38,41 bilhões. Foi o pior resultado para o período de janeiro a julho desde 1997, quando o superávit foi de R$ 4,59 bilhões.

O fraco desempenho das contas públicas até agosto torna muito difícil o atingimento da superávit primário estabelecida para todo este ano, que é de R$ 80,8 bilhões para o governo.

Segundo informou o Ministério da Fazenda, a Lei de Responsabildiade Fiscal (LRF) prevê que o governos tem que justificar eventual descumprimento parcial da meta e apresentar medidas corretivas, quando for o caso, para o Congresso Nacional.

Jornal O Globo

Dilma Mentiu: Ela Não Demitiu Paulo Roberto Costa da Petrobras

No último domingo (28) a presidente Dilma Rousseff (PT) afirmou, durante debate na Rede Record, que demitiu o ex-dirigente da Petrobrás, Paulo Roberto Costa, um dos acusados nos recentes escândalos denunciados na empresa.
Mentiu.
Confira abaixo, Ata da reunião do Conselho Administrativo da Petrobrás, realizada em 02 de maio de 2012, comprovando que o então Diretor de Abastecimento pediu demissão, desmascarando mais uma lorota petista.
No mesmo documento, os conselheiros da Petrobrás, entre eles Guido Mantega, deixaram registradas palavras de agradecimento aos serviços prestados por Paulo Roberto da Costa:
“Outrossim, determinou o registro dos agradecimentos do Colegiado ao Diretor que deixa o cargo, pelos relevantes serviços prestados a Companhia no desempenho de suas funções.”
Resta saber, a quem a “relevância”, que agradou ao PT, de fato serviu, porque, certamente, o povo brasileiro não gostou do resultado final dos enaltecidos trabalhos.
ata petrobrás

Árbitro Que Não Viu Gol de Esquerdinha do Goiás Ao Invés de Ser Punido é Recompensado

O árbitro Ricardo Marques Ribeiro que apitou o jogo entre Santos e Goiás domingo passado que cometeu o erro grosseiro de não validar o gol de Esquerdinha do time esmeraldino não foi punido. E o pior, está escalado para apitar um clássico no próximo final de semana.

Conforme sorteio realizado, Ribeiro irá dirigir o clássico paranaense Atletiba.

O jogo será realizado no sábado às 16:20 hs no Couto Pereira, mando do Coritiba.

O clássico paranaense é dramático às pretensões do Coxa que está na zona de rebaixamento há várias rodadas e é o atual lanterna da competição.

Na última rodada o Coritiba perdeu fora de casa para o Internacional 4 a 2 e o Atlético Paranaense conseguiu sofrida vitória em casa frente ao Corinthians. O Furacão ocupa posição intermediária na tabela em 11º lugar, sem forças para chegar ao Z4 e a 6 pontos da Zona de Rebaixamento.

Equipe Sub 20 do Goiás Vai a Belém Enfrentar o Remo

A equipe sub20 do Goiás viajou hoje para Belém do Pará. O time comandada pelo técnico Augusto terá pela frente a equipe do Remo em jogo válido pela 1ª fase da Copa do Brasil Sub 20.

A competição está sendo disputada por 32 equipes e teve início no dia 16/09.

O Goiás entrará em campo amanhã às 20:30 hs e o jogo acontecerá no Mangueirão.

O Mangueirão ficou fechado desde junho quando o seu gramado foi trocado.

Em 2013 o Goiás foi eliminado logo na primeira fase no jogo de ida quando perdeu em casa para o Atlético Mineiro por 2 a 0. Já o Remo fez uma boa campanha no ano passado. Passou por Vitória, Flamengo e foi eliminado pelo Criciúma nas quartas de finais. 

O Campeão de 2013 foi o Santos que conquistou o bi pois fora campeão também em 2012.



Kaká Vai Ganhar Mais Que Beckham na MLS

O meia Kaká que está emprestado ao São Paulo até o final do ano, teve o seu salário no Orlando City time que defenderá no ano que vem divulgado.

A informação foi divulgada pelo Sindicato de Jogadores da Major League Soccer MLS. A informação dá conta de que o meia brasileiro irá receber nada menos do que R$ 17 milhões anuais. O valor é superior ao que recebia o inglês David Beckham quando defendia o Los Angeles Galaxy. Beckham recebia R$ 7,3 milhões de salários mais R$ 4 milhões de prêmios por temporada.

COPA SUL-AMERICANA

O tricolor paulista enfrenta esta noite o time chileno do Huachipato pela fase internacional da Copa Sul-Americana. O jogo será às 20:30 hs no Morumbi.

O time paulista terá os desfalques de Kaká, PH Ganso e do zagueiro Antônio Carlos. Kaká e Ganso serão poupados. Outra ausência será fora de campo, o técnico Muricy continua afastado de licença médica. O técnico interino continua sendo Milton Cruz.

terça-feira, 30 de setembro de 2014

Com Grande Festa, Mais de Três Mil Pessoas Participam da Caminhada de Marconi na Região Noroeste


Mais de três mil pessoas lotaram a Avenida Mangalô, no Setor Morada do Sol, em Goiânia. É que o governador Marconi Perillo liderou, na tarde desta segunda-feira (29/09), grande caminhada, onde foi recebido com festa pelos moradores e trabalhadores da Região Noroeste da Capital. Candidato à reeleição pelo PSDB, Marconi estava acompanhado pelo candidato ao Senado, Vilmar Rocha (PSD); além de lideranças políticas e de candidatos a deputado estadual e federal pela coligação Garantia de um Futuro Melhor para Goiás.

Por onde passou, o governador recebeu o carinho da população. As pessoas acenaram e demonstraram seu apoio à sua candidatura. Dezenas de moradores foram até Marconi para abraçá-lo e desejar boa sorte na eleição do próximo domingo. “Fico emocionado com o imenso carinho que recebi destas pessoas. É gratificante, um sinal de que estamos no caminho certo”, disse o governador.

A aposentada Luzia Maria da Silva Tavares, de 73 anos, não mediu esforços para acompanhar a caminhada. Moradora da região há mais de 30 anos, ela ressaltou que estava ali para agradecer Marconi pelos benefícios que ele levou para seu setor. “A construção do Hugo 2 é uma benção nas nossas vidas”, afirmou. Segundo ela, o trabalho do tucano é o melhor da história de Goiás. “Nunca existiu um governador como ele. Marconi é nota mil”, concluiu.

Quem também respalda o trabalho do governador é Sônia de Fátima Bueno. Ela é moradora da Região Noroeste desde a década de 80 e garante: “Ninguém tinha olhado para cá como Marconi olhou”. Para ela, o governador sempre se preocupou em levar o melhor para a população goiana. “A história de Goiás pode ser dividida em dois momentos: antes e depois de Marconi. E a segunda parte é incomparavelmente melhor”, destacou.

Benefícios
Na Região Noroeste, Marconi promoveu a regularização fundiária que resultou no repasse de escrituras a mais de dez mil famílias. Ou seja, agora, oficialmente, as residências pertencem aos seus proprietários. O governador também foi responsável pela construção do Hugo 2, que vai beneficiar com atendimento médico de qualidade os moradores da região. A unidade contará com 480 leitos, 21 centros cirúrgicos, 17 aparelhos para Raios-X, dois tomógrafos e quase três mil profissionais para atender a demanda de urgência e emergência 24 horas por dia.
O Governo de Goiás também construiu mais de 600 quilômetros de rede de esgoto que, inclusive, será ampliada. Várias escolas foram reformadas e quadras de esportes ganharam cobertura. Marconi ainda entregou Cheques Mais Moradia, que permite que famílias que moravam em casas de placas pudessem reformá-las e até reconstruí-las. Ainda nas proximidades, as GO’s 070 e 060, nas saídas para Inhumas e Trindade, respectivamente, foram duplicadas e iluminadas. A Avenida Mangalô, local onde foi realizada a caminhada, ganhou uma unidade do Vapt-Vupt.

Fotos: Lailson Damásio

Vila São Cottolengo Homenageia Marconi e Valéria com Apresentação Musical


Banda Inclusiva Luar, composta por internos da instituição, 
se apresentou em agradecimento ao governador

 Nesta segunda-feira (28), o governador Marconi Perillo (PSDB) e Valéria Perillo, primeira-dama do Estado e presidente de honra da OVG, fizeram uma visita especial à Vila São Cottolengo, em Trindade, onde receberam homenagem da Banda Inclusiva Luar formada por internos da instituição.

Criada em 1951, a Vila São Cottolengo é uma entidade filantrópica habilitada a trabalhar com reabilitação física, auditiva e intelectual, oferecendo recreação e atividades educativas, além de uma série de assistências odontológicas, fisioterápicas, entre muitas outras.

De acordo com a coordenadora da equipe multidisciplinar, Miriam Kuhn, atualmente, cerca de 2.400 atendimentos ambulatoriais e educacionais são prestados diariamente e o apoio do governador foi decisivo para incrementar os serviços prestados pela entidade.

“A própria banda Luar é uma dessas demonstrações de zelo de Marconi com os internos da Vila. Neste ano, na data de seu aniversário, ele trocou todos os instrumentos, estimulando a desenvoltura artística e a autoestima desses meninos. Sem contar as inúmeras doações, por meio de convênio com a OVG, de ambulâncias, uniformes e os tantos trabalhos dele aqui” contou ela.

Segundo dados da diretoria da instituição, em 2013, Marconi assinou um compromisso com a entidade, por meio de um convênio com Secretaria Estadual de Saúde, para enviar R$ 5,5 milhões em benefício da saúde dos internos. Além do compromisso feito pelo governador, a OVG também garantiu o envio de R$10 mil reais mensais durante doze meses para auxiliar nas despesas locais.

​Carinho
Assim que chegaram à Vila, Marconi e Valéria foram cercados pelos internos para receber abraços e manifestações de apoio a seu projeto de reeleição. O jovem Diogo Franklin, cantor da banda, cumprimentou o casal, dizendo que Marconi os faz ter orgulho de ser goianos, em razão de tantas obras e ações promovidas em seu governo. “Estou com você, Marconi, eternamente” disse ao governador.

Outro interno e baterista da banda, Carlos Bettonini, também se aproximou de Valéria para dizer que era uma felicidade sem tamanho estar novamente na presença deles. “Não existe trabalho como o que Marconi e nossa primeira-dama realizam. Somos muito gratos a vocês”.

De forma contagiante e cheia de emoção, a banda começou sua apresentação entoando canções como Um Pouco de Perfume e Amigo e causou forte comoção quando tocou a música Como É Grande o Meu Amor Por Você, cantada pelo interno Diogo, à Valéria e Marconi.

Ao final, alguns integrantes da banda discursaram sobre satisfação de homenagear Marconi e sobre seu cuidado com as necessidades da Vila. Ele por sua vez, também aproveitou a oportunidade para agradecer o carinho oferecido a ele e Valéria, e reiterou a continuidade de seu amparo ao local.

A primeira-dama agradeceu ao empenho dos artistas e disse que a música deles toca profundamente as pessoas. “Estou muito feliz pela chance de poder estar novamente aqui e enxergar ainda mais o quanto vocês são capazes e vão longe”, pontuou Valéria. 

Fotos: Aline Cabral

Marconi Aglutina Três Mil Pessoas em Caminhada Pelo Centro de Anápolis



No início da semana que antecede as eleições, o governador Marconi Perillo (PSDB) visitou mais uma vez Anápolis, onde realizou grande caminhada pela Avenida Pedro Ludovico, no Setor Central, e se reuniu em outro evento com fiéis da Assembleia de Deus – Ministério Madureira. À segunda caminhada no município em dez dias, estiveram presentes cerca de três mil pessoas. Militantes, moradores, candidatos a deputado estadual e federal - entre eles o ex-secretário de Indústria e Comércio, Alexandre Baldy, e a ex-deputada Onaide Santillo - acompanharam o governador.

Marconi recebeu o abraço de comerciantes, de pessoas que realizavam compras ou  que simplesmente passavam pela avenida no momento da caminhada. Algumas delas foram ao local porque sabiam que o governador caminharia junto a candidatos da coligação Garantia de Um Futuro Melhor Pra Goiás naquele horário.

A costureira Neide Cândida Vieira levou o neto Lucas, de 10 anos, para tirar uma foto com Marconi. Lucas estuda no Colégio Estadual Hertha Layser O’Dwyer, construída pelo governo do Estado no Padrão Século XXI e entregue pelo governador em janeiro deste ano.“A escola ficou linda, e ele a adora”, informou Neide.

Ao final de uma caminhada que movimentou o Centro da cidade e reuniu milhares de apoiadores, Marconi utilizou um microfone para agradecer aos que fizeram o percurso
com ele e aos que o receberam com carinho por meio de abraços, acenos e pedidos para que ele posasse para fotos. “Acredito que Anápolis vai nos ajudar novamente. Está faltando tão pouco! Vamos vencer as eleições aqui? Vocês nos ajudam?”, indagou, exortando a militância, que respondeu com demorado aplauso.

Fotos: Humberto Silva

Pesquisa Serpes/OPopular - Eleição Acaba Domingo. Marconi Confirma Tendência e Vence no Primeiro Turno


Demorou para O jornal O Popular reconhecer que a eleição em Goiás termina domingo com a vitoria do governador Marconi Perillo no 1º turno, algo que as pesquisas vinha apontando e que estamos noticiando a muito tempo.


Na 6ª rodada de pesquisa Serpes divulgada neste domingo, o governador e candidato a reeleição Marconi Perillo (PSDB) alcançou 51,57% dos votos válidos e liquida a fatura já no primeiro turno.


Considerando indecisos, votos brancos e nulos, Marconi lidera com 43,1% (2,7 pontos percentuais a mais do que na pesquisa anterior, realizada no dia 28 de setembro). O ex-governador Iris Rezende (PMDB) recuperou dois pontos e voltou aos 24,2% que tinha no levantamento de 31 de agosto ficando estável dentro da margem de erro da pesquisa. O ex-prefeito de Senador Canedo Vanderlan Cardoso (PSB) estacionou nos 10% e o ex-prefeito de Anápolis Antônio Gomide (PT) caiu de 7,2% para 5,2%, confirmando tendência de queda registrado pelo Ibope. Brancos e nulos somam 6,9%. Indecisos representam 9,6%.


De acordo com o diretor do instituto Serpes, Antônio Lorenzo Martinez, esta sexta rodada aponta probabilidade estatística de definição da eleição no primeiro turno de 86%, contra 14% de haver 2º turno.

Iris teria 29% dos votos válidos, podendo ir de 25,6% a 32,4% e Vanderlan, 11,96%, podendo variar de 9,5% a 14,4%. Gomide alcançaria 6,28%, com possibilidade de variar de 4,4% a 8,1%.

Na primeira rodada da pesquisa, no início de julho, a soma das intenções de voto dos candidatos da oposição apontava 8,6 pontos de vantagem sobre o porcentual de Marconi. Na segunda rodada, da primeira quinzena de agosto, a diferença era de 4 pontos. Na terceira, passou a 0,4 ponto e na quarta, Marconi apresentou pela primeira vez vantagem de 0,2 ponto. Na quinta, a oposição novamente voltou a ter 0,3 ponto a mais. Agora, Marconi tem 2,8 pontos de vantagem sobre os adversários.

O governador alcança os maiores índices de intenção de voto entre eleitores que apenas leem e escrevem (52,3%) e que têm 50 anos ou mais (50,8%). Os menores porcentuais são registrados entre jovens, de 16 a 24 anos (37,2%), e eleitores com curso superior (40,2%). O tucano tem maior preferência entre mulheres (44,6%) do que entre homens (41,4%).

O topo do índice de votos de Iris é registrado entre jovens (26,4%) e também entre eleitores que apenas leem e escrevem (28,9%). No grupo de entrevistados com curso superior, Vanderlan e Gomide têm 9,3%, cada um.

Iris voltou a aparecer à frente de Marconi em Goiânia, embora em empate técnico. O peemedebista tem 34,9% e o tucano, 33,7%. Na rodada anterior, Marconi havia se posicionado pela primeira vez na liderança – 30,1% a 25,3%.

Na Região Centro, que inclui Anápolis, Aparecida de Goiânia e Senador Canedo, Marconi conseguiu ampliar a vantagem, alcançando 44,2%, contra 14,5% de Iris. Gomide tem 15,2% e Vanderlan, 13,3% na região.



Lula e Dilma - Oportunistas, Cínicos e Mentirosos


“O povo do ‘não vai dar certo’, ele geralmente faz o seguinte: quando a gente lança o programa, eles falam: ‘não vai dar certo’. Aí nós fazemos o programa e eles falam: ‘não vai dar certo, isso é um absurdo, esse programa não vale.’ Agora sabe o que eles estão fazendo, Lupi? Eles estão dizendo: ‘o programa não é monopólio de ninguém, o programa pode ser usado por nós’. Obviamente, não deixa de ser um raciocínio. Agora, mostra um oportunismo do mais deslavado nível.”
A máxima atribuída a Lenin, “Xingue-os do que você é, acuse-os do que você faz”, é tão exaustivamente seguida pelos petistas que sou obrigado a vencer a preguiça para denunciar o método cínico pela enésima vez.
Em 2002, quem era afinal “o povo do ‘não vai dar certo’” senão Lula, que lamentava que os pobres eram conduzidos “a pensar pelo estômago e não pela cabeça” e ficavam sujeitos à distribuição de cesta básica como “uma peça de troca em época de eleição”? Quem queria dizer que “isso é um absurdo, esse programa não vale” senão Lula, para quem o objetivo do então governo do PSDB era “manter a política de dominação que é secular no Brasil”?
E o que fez Lula quando chegou ao poder? Unificou todos os programas contra os quais vociferava, deu-lhes o nome de Bolsa-Família e passou a chamar de “gente tão imbecil, tão ignorante” quem quer que criticasse o conjunto dos programas, como ele próprio fizera. Ou seja: o PT se apropria dos programas do PSDB que ele apenas remodelou e depois chama de oportunista o candidato adversário que quer remodelar aquilo que seu próprio partido criou. Nas palavras de Dilma: “Obviamente, não deixa de ser um raciocínio. Agora, mostra um oportunismo do mais deslavado nível”, como o clássico vídeo abaixo não me deixa mentir:
Pior: o próprio Lula admitiu que o Bolsa-Família foi criação tucana. Ele disse: “Vou lembrar aqui o governador Marconi Perillo [do PSDB]. E faço aqui justiça: além de ser o estado que mais tem essa política de renda, foi o companheiro que, na primeira reunião que tivemos de governador,SUGERIU A IDEIA DA UNIFICAÇÃO DAS POLÍTICAS SOCIAIS DESSE PAÍS.”
O motivo que levou Dilma ao cinismo contra Aécio foi que, apesar da maioria governista, o candidato do PSDB à presidência conseguiu aprovar há duas semanas na Comissão de Assuntos Sociais do Senado uma proposta que mantém o pagamento do Bolsa Família por seis meses para chefes de família que ultrapassarem a faixa de renda prevista pelo programa. Caso entre em vigor, informa a Folha, as novas regras passarão a valer para os casos em que o beneficiário conquistar emprego com carteira assinada.
Aécio falou a respeito, como mostrei aqui, no programa Roda Viva:
Aquele que alcança um emprego no mercado de trabalho, com carteira assinada, que ultrapassa o teto do beneficiário do Bolsa-Família, portanto, ele estaria tendo que sair do Bolsa-Família. O nosso projeto permite, Augusto, que ele continue recebendo por até seis meses, concomitantemente, o seu salário, no seu novo emprego, e o Bolsa-Família. Por quê? Porque o que acontece hoje é o temor daqueles que são beneficiários do Bolsa-Família de buscarem um espaço no mercado de trabalho formal, não se garantirem naquele emprego, não ficarem naquele emprego e perderem os dois. Isto nós apresentamos com base em inúmeras pesquisas que fizemos com beneficiários do Bolsa-Família, porque eu acho que o Brasil tem que parar com essa história de querer comemorar a cada ano um ou dois milhões de famílias a mais beneficiadas pelo Bolsa-Família. O Brasil vai ser um país melhor, quando nós, respeitando os direitos daqueles que recebem o Bolsa-Família – eles são intocáveis -, nós comemorarmos porque o Brasil cresceu, se desenvolveu, essas pessoas se qualificaram, comemorarmos que nós temos dois ou três ou cinco milhões a menos de famílias no Bolsa-Família.
Sem deixar de reiterar que considera o Bolsa-Família extremamente necessário, Aécio explicou a diferença de visão entre seu partido e o PT em relação ao programa:
Para nós do PSDB, o Bolsa-Família é apenas o ponto de partida. Para o PT, infelizmente, é apenas o ponto de chegada.
O senador também lembrou que o programa começou no governo do seu partidário FHC:
Se você for olhar o DNA do Bolsa-Família, você vai encontrar lá o Bolsa-Escola, o Bolsa-Alimentação, o Vale-Gás, o Cadastro Único, que depois foram unificados no governo do presidente Lula.
Aécio ainda comparou os dois governos, esclarecendo primeiro uma diferença moral entre ele e os petistas:
Eu tenho a capacidade, diferente dos nossos adversários, de reconhecer virtudes naqueles que estão em outro campo político. Eu não vejo nos meus adversários só defeitos, tampouco acho que alguém, apenas por estar no meu campo político, só tenha virtudes. O governo do presidente Fernando Henrique foi extremamente importante para que os outros avanços viessem, seja a partir da estabilidade da moeda, talvez a mais importante de todas as reformas feitas naquele tempo; as privatizações essenciais de setores como telefonia, siderurgia, aviação, [de modo que o governo] reconectou o Brasil ao mundo; a Lei de Responsabilidade Fiscal e o início dos programas de transferência de renda foram fundamentais para fazer o Brasil avançar. Ali começou-se a reescrever a história do Brasil. Eu faço justiça ao governo Itamar Franco, que deu o aval político para que o Plano Real fosse concebido.
Plano Real, vale lembrar, contra o rei do ”não vai dar certo” Lula (que o chamou de “estelionato eleitoral”) também lutou e do qual depois se aproveitou com o seu tradicional “oportunismo do mais deslavado nível”.
Mas voltando à fala de Aécio:
Veio o governo do presidente Lula, com a continuidade desses avanços na área social: houve o adensamento desses programas de transferência de renda – eu acho até que nós deveríamos ter feito a unificação desses programas [que resultou no Bolsa-Família] lá atrás. O governo Lula então surfa durante alguns anos na herança bendita do governo anterior, só que essa herança exauriu-se… Esse último período do governo está destruindo essas conquistas, inclusive as sociais, porque os programas de transferência de renda, cantados em verso e prosa como a grande conquista, a grande inovação do governo do presidente Lula, iniciados no nosso governo, hoje perdem o seu efeito com o recrudescimento da inflação. A inflação de alimentos está já próxima de dois dígitos há mais de ano. Então, é hora de encerrarmos esse ciclo de ineficiência e de descompromisso com a ética que hoje norteia o Brasil.
Não há, em suma, o menor problema moral em querer remodelar programas existentes. O problema moral do PT está em acusar os outros daquilo que o partido já fez de maneira muito mais oportunista, cínica, deslavada.
Felipe Moura Brasil – http://www.veja.com/felipemourabrasil