terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Homem Sofre Queimaduras e Perde 7 Dentes Após Cigarro Eletrônico Explodir

Esta é para aqueles que se utilizam de cigarros eletrônicos.

O cidadão norte americano Andrew Hall sofreu graves queimaduras de 2o grau em seu rosto e pescoço e perdeu 7 dentes após o seu cigarro eletrônico literalmente explodir.

Os médicos tiveram trabalho para retirar pedaços de plástico em seus dentes, lábios e garganta.

Segundo Hall ele era usuário do cigarro eletrônico há mais de 1 ano sem problemas e fazia o uso correto - usava a bateria original e a manutenção estava em dia.

Ele resolveu compartilhar a sua história para alertar sobre os perigos do cigarro eletrônico.

O cirurgião Dai Nguyen que o atendeu no Morriston Hospital, centro especializado em Queimaduras e Cirurgias Plásticas alertou que estavam tratando de inúmeros pacientes com queimaduras decorrentes de explosões de baterias de cigarros eletrônicos.

Entenda o Desaparecimento do Técnico do Atlético Marcelo Cabo

Desaparecimento Marcelo Cabo
*Todas as informações abaixo foram relatadas de maneira oficial pelo clube ou pela polícia.
- Noite de Sábado (14/01)
Após o amistoso entre Atlético x Gama, o técnico Marcelo Cabo esteve em uma confraternização com membros da comissão técnica e diretoria, no setor Gentil Meireles, em Goiânia, onde permaneceu até cerca de 2 horas da manhã de sábado pra domingo. 

- Madrugada de Domingo (15/01)
Por volta de 2h30, Marcelo Cabo chegou no prédio onde mora no Jardim Goiás e estacionou o carro em frente a portaria. 

Às 2h40 o treinador ligou para casa no Rio de Janeiro e conversou com a esposa e com um dos três filhos. De acordo com informações repassadas pelo clube, a conversa foi pacífica e normal entre o treinador e os familiares.
Às 3h02, câmeras do circuito de segurança do prédio mostram Marcelo Cabo saindo do prédio e entrando sozinho no carro. 
- Tarde de Domingo (15/01)
No domingo, por volta de 12 horas, o auxiliar técnico Rodolfo Oliveira, que mora no mesmo prédio que Marcelo Cabo, tentou falar com o treinador mas não conseguiu. 

Por volta das 16 horas, o auxiliar arrombou a porta do apartamento de Marcelo Cabo e não o encontrou. No local estavam o celular e a carteira com os documentos do treinador.
- Manhã de Segunda-feira (16/01)
Nesta segunda-feira, jogadores e comissão técnica se reapresentaram para o treinamento marcado para às 9 horas. Marcelo Cabo não apareceu no clube, o que preocupou a diretoria.

Sem notícias do treinador, o clube acionou o conselheiro Wellington de Urzeda Mota, coronel da Polícia Militar e comandante do 3º CRPM - Anápolis. 
- Tarde de Segunda-feira (16/01)
No começo da tarde desta segunda-feira, o boletim de ocorrência sobre o desaparecimento do treinador foi registrado na delegacia de Homicídios. O caso, porém foi transferido para a DEIC - Delegacia Especial de Investigações Criminais -, sob responsabilidade do delegado Kleyton Manoel Dias. 

O clube comunica o desaparecimento de Marcelo Cabo, às 15 horas em entrevista coletiva. 
Às 15h48 desta segunda-feira, Marcelo Cabo voltou ao prédio onde mora, no Jardim Goiás. De acordo com funcionários do prédio, o treinador chegou de táxi. O veículo estacionou no subsolo do prédio, na vaga destinada ao apartamento de Marcelo Cabo. O treinador subiu de elevador ao apartamento e cerca de 7 minutos depois, saiu do prédio no mesmo táxi que o trouxe. 
Em entrevista à Rádio 730, Coronel Urzeda disse que de acordo com os funcionários do prédio, Marcelo Cabo não apresentava lesões ou machucados. Entretanto, o treinador estaria aparentemente "grogue". 
O coronel da PM também informou que o táxi em que Marcelo Cabo não era de Goiânia. A constatação foi feita por conta da diferença na caracterização do veículo. 
Não foi possível ver a placa do táxi, nem o número da identificação do veículo. Mas, sabe se que era um Fiesta branco.
- Noite de Segunda-feira (16/01)
Tanto a PM, quanto a Polícia Civil continuam em busca de informações sobre o paradeiro do treinador, que até o momento não entrou em contato com a diretoria do Atlético.

A Polícia Civil pede que caso alguém tenha informações sobre o treinador, que entre em contato no Disk Denúncia, pelo número 197.
Após quase 40 horas desaparecido, o treinador Marcelo Cabo foi localizado, conforme informou a Polícia Civil de Goiás. Por meio de sua assessoria de imprensa, a corporação explicou que o carioca de 50 anos passa bem e que maiores detalhes serão apresentados na manhã desta terça-feira, às 10h, na Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic).

Marcelo Cabo Pode Ser Demitido do Atlético Por Indisciplina

O desaparecimento do técnico Marcelo Cabo ainda não foi explicado, mas extra oficialmente  o técnico não sofreu nenhuma violência e cometeu um ato de indisciplina que inviabilizaria sua permanecia no comando do Atlético.

O mistério em torno do caso, porém, pode levar a diretoria do Atlético a tomar medidas drásticas. Informações desencontradas, a falta de uma justificativa para o sumiço e a ausência no treinamento, provocaram um imenso desgaste entre os dirigentes rubro-negros.

De acordo com informações do repórter Pedro Henrique Geninho, da Rádio 730, o desaparecimento do técnico atleticano não foi provocado por problemas de violência, muito menos algo do gênero, mas sim por um ato de indisciplina do treinador. O que inviabilizaria, de acordo com fontes próximas dos mandatários atleticanos, a sequência do trabalho do treinador no clube. Os dirigentes aguardam a versão de Cabo para poderem se pronunciar.

Marcelo Cabo foi contratado pelo Atlético após o Campeonato Goiano de 2016. Em seu comando, o Atlético conquistou o título inédito do Campeonato Brasileiro da Série B. O treinador esteve à frente da equipe em 38 jogos, conquistando 22 vitórias, 10 empates e 6 derrotas.

Repórter da Globo News é Agredida ao Vivo

A repórter Larissa Carvalho, da GloboNews, foi atacada, ao vivo, por uma mulher durante uma reportagem da emissora sobre a situação do presídio Antônio Dutra Aldeira, em Ribeirão das Neves (MG). Em determinado momento, a jornalista comentava que não houve feridos na penitenciária quando uma senhora voou para cima dela.

Logo após a agressão, um policial e um produtor da emissora tentaram controlar a mulher. A imagem foi cortada para o estúdio e o âncora explicou: “Vocês perceberam que a gente teve um problema com a nossa repórter. Em algum momento, vamos saber se está tudo bem por lá”, afirmou.

Logo depois, o âncora voltou a falar com a repórter. Dessa vez, ela estava cercada por policiais. “Está tudo bem agora. Foi só um susto. Estamos em uma área autorizada pela polícia”, disse.

Polícia Mata Bandido em Troca de Tiros em Rubiataba

Equipe da Rotam trocou tiros e matou um dos  bandidos mais procurados em Goiás.  O alvejado, João Marcos Cavalcante, um dos maiores assassinos em atividade no Estado de Goiás, foi baleado na troca de tiros e morreu  no Hospital Municipal. Com o bandido foram apreendidos drogas e uma Pistola CZ .40.

João Marcos era procurado por diversos crimes, entre eles pelo assassinato  do irmão do Cb Rezende.

João Marcos começou cedo na vida do crime e aos 15 anos, foi atendido pelo conselheiro tutelar
Osmar conselheiro. Passando um tempo,  ele e mais 5 comparsas mataram o filho  e  a nora do conselheiro. Isso aconteceu  no dia 24/10/2014.


segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Polícia Civil Informa Que Marcelo Cabo Foi Encontrado e Está Bem

Segundo  o delegado  Polícia Civil Kleyton Manoel Dias, responsável pela investigação do desaparecimento do técnico do Atlético, Marcelo Cabo foi localizado e está bem. Informações sobre o caso serão dadas em coletiva na terça-feira

Técnico do Atlético Marcelo Cabo é Encontrado

O técnico do Atlético Marcelo Cabo foi encontrado. O técnico Marcelo Cabo foi visto chegando ao prédio onde mora, no Edifício Máximo Parque, na Rua 71, no Setor Jardim Goiás, em Goiânia, na tarde desta segunda-feira (16).
De acordo com o Tenente Coronel da PM, Wellington Urzêda, Cabo chegou em um táxi por volta das 15h48, entrou na garagem, subiu no apartamento, desceu e logo depois saiu novamente, às 15h55.
Ainda segundo Urzêda, Marcelo Cabo chegou em um táxi modelo Ford Fiesta, mas não fo possível identificar a placa. De acordo com o Tenente Coronel, o táxi aparenta não ser de Goiânia, mas sim da região metropolitana.
Sabendo que o técnico está vivo e que reapareceu, a polícia descarta hipótese de homicídio ou latrocínio, e agora passa a investigar o que teria motivado o suposto desaparecimento e se o treinador estaria sendo coagido. 
Não há informações sobre o carro do ténico, o Fiat Palio com o qual o treinador chegou e saiu na madrugada de domingo (15).

 Em breve maiores detalhes!

Polícia Procura Carro e Investiga Desaparecimento do Técnico Marcelo Cabo

A ocorrência do desaparecimento do técnico do Atlético Goianiense, Marcelo Cabo, foi registrada no início da tarde desta segunda-feira (16) na Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic), em Goiânia. O caso foi registrado junto ao delegado Valdemir Branco.
De acordo com informações apuradas pelo repórter Pedro Henrique Geninho, da 730, Marcelo Cabo foi visto pela última vez na madrugada de domingo (15), às 3h02 da manhã, saindo de carro do prédio onde mora, no Jardim Goiás, em Goiânia. A primeira pessoa a notar o sumiço do técnico foi o seu auxiliar direto, Rodolfo Oliveira, que teve acesso ao apartamento do treinador e notou que o celular permaneceu no local carregando e também a carteira de Cabo.
A reportagem da 730 apurou ainda que o último contato telefônico feito por Cabo foi com um dos filhos, às 2h40 de domingo (15). Segundo informações, o assunto de Cabo com o filho ao telefone foi em tom de alegria. Ele teria falado com o filho sobre a confraternização que houve após o amistoso contra o Gama, no Estádio Antônio Accioly, disputado na tarde de sábado, no qual o Dragão foi derrotado por 2 a 1.
De acordo com o tenente-coronel da Polícia Militar (PM), Wellington de Urzêda Mota, a polícia trabalha com a hipótese de o técnico não ter ido longe. 
"Como não levou celular nem carteira, tudo indica que ele foi muito próximo", afirma Urzêda.
As Polícias Civil (PC) e Militar (PM) estão agindo em conjunto para tentar apurar as informações sobre o desaparecimento. 
A PM ressalta que em caso de qualquer informação sobre o paradeiro do técnico ou se alguém o viu desde o horário em que saiu do prédio, relatar à polícia por meio do telefone 190. O carro de Cabo é um Fiat Palio Attractive, 1.0, de cor branca, modelo 2015/16, com placa PQF 8288 de Goiânia.

Coronel Urzeda Fala Sobre o Desaparecimento do Técnico Marcelo Cabo

Nota Oficial do Atlético Sobre o Desaparecimento do Técnico Marcelo Cabo

O Atlético Clube Goianiense ainda não tem notícia do técnico Marcelo Cabo. O treinador foi visto pela última vez na madrugada de sábado para domingo (15/01). As imagens do circuito interno de segurança do edifício onde ele mora no Jardim Goiás registraram o momento em que Marcelo entrou no seu carro, estacionado à frente da portaria, e saiu.
O treinador não compareceu ao treinamento realizado na manhã desta segunda-feira e o clube já acionou a Polícia Militar. O caso também foi registrado na Delegacia de Investigações Criminais de Goiás.
O clube está em contato com a família e se colocou à disposição dela e das autoridades competentes para a solução do caso com a maior brevidade possível.