____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

“Muitos dos programas sociais do governo federal foram criados aqui em Goiás”, diz Marconi

Em entrevista à Rádio Clube FM, governador afirmou 
que ampliará as iniciativas que têm dado certo

Em entrevista à Rádio Clube FM – antiga rádio Mil FM –, em Goiânia, o governador Marconi Perillo (PSDB) afirmou que muitas ações e iniciativas do governo do Estado foram, de alguma forma, instituídas e executadas pelo governo federal. Como os programas sociais de maior destaque em Goiás. “Muitos dos nossos programas inspiraram a gestão do PT. O Bolsa Família, por exemplo, teve origem no Renda Cidadã. O ProUni foi inspirado no Bolsa Universitária”, afirmou.

Marconi também observou que o adversário do PMDB, Iris Rezende, não recebeu apoio da presidente Dilma Rousseuf (PT), no segundo turno. “Na eleição passada, em 2010, o ex-presidente Lula não saia daqui”, lembrou o governador. Neste contexto, o governador ainda assinalou, na entrevista, que não percebeu ataques e tampouco atitudes que denotasse baixo nível por parte do ex-prefeito de Anápolis, Antônio Gomide, que também é do PT. Gomide, neste segundo turno, apoia Iris Rezende - o peemedebista, por sua vez, tem sido apontado pelo governador como o protagonista de baixarias e calúnias contra a campanha da coligaçãoGarantia de um Futuro Melhor para Goiás, sobretudo no horário eleitoral gratuito.

O governador também disse acreditar que “quase 100%” dos apoiadores do ex-candidato Vanderlan Cardoso (PSB) estão empenhados em sua reeleição. “Vanderlan ficou neutro e liberou seu pessoal”, acrescentou.

Ainda na entrevista à Rádio Clube FM, o governador discorreu sobre o crescimento e desenvolvimento da economia goiana, além da qualidade do atendimento dos serviços prestados pelo  governo do Estado, como ocorrer nas unidades do Vapt Vupt e nos hospitais da Rede Hugo. “Minha ideia é manter e melhorar ainda mais o que já está bom. Vamos continuar nesse ritmo acelerado de obras e serviços”, garantiu.

O governador ainda citou números que comprovam que Goiás transformou-se em um “Estado industrial”, como o crescimento do PIB goiano, que saltou de R$ 17 bilhões em seu primeiro mandato para R$ 150 bilhões. “Goiás hoje é visto de uma forma completamente diferente pelas pessoas que não moram aqui. E essa vai ser a tônica de um próximo governo: continuar atraindo mais investimentos”, assegurou.

Presidência
Marconi também falou sobre a disputa presidencial. E disse que seu candidato, Aécio Neves (PSDB), irá fazer a diferença e “mudar os rumos do Brasil”. “Aécio foi um governador muito bem sucedido em Minas Gerais. Ele pode mudar para valer os destinos do País. O governo de Aécio poderá acabar com a inflação. Ele poderá fazer um Plano Real 2, gerar empregos, além de ampliar e melhorar os programas sociais”, atestou Marconi.

Por fim, o governador destacou que os eleitores goianos estão atentos ao que acontece na política. E que rejeitam quem faz propagandas de cunho demagógico e propõe planos não factíveis. “O eleitor, de uma forma geral, está muito atento ao que está acontecendo e quer no governo alguém que esteja sintonizado com esses tempos modernos e com o futuro do Estado”, explicou. E concluiu: “Respondemos às mentiras com verdades e propomos comparações entre o nosso estilo de governar com o do nosso adversário. Estamos, assim, procurando elevar o nível da campanha”.

Itapuranga
Em meio aos inúmeros compromissos de campanha, o governador esteve em Itapuranga para parabenizar o pastor Abigail Carlos de Almeida, presidente da Igreja Assembleia de Deus – Ministério Fama.

Estavam no aniversário, ao lado do governador, diversos líderes religiosos, como pastor Oídes José do Carmo, presidente da Assembleia de Deus - Campo de Campinas; o bispo Jorge Branco de Gouveia, do Campo Vila Nova; e o pastor Gentil Oliveira, do Ministério Bethel. Abigail Carlos de Almeida agradeceu a presença do governador Marconi Perillo e reiterou o apoio da igreja Assembleia de Deus - Ministério Fama à sua reeleição. Destacou a amizade que tem com o governador e o apoio de Marconi às instituições religiosas.

Agenda de Campanha do Governador Marconi Perillo Para Sábado (25/10) e Domingo (26/10).

SÁBADO

GOIÂNIA
10 horas - Caminhada 
Local: da Praça Botafogo até a Praça Cívica
APARECIDA DE GOIÂNIA
11h30 - Caminhada
Local: Concentração na Rua Rudá com Tapajós, Vila Brasília (ao lado do Posto Bessa)

ITUMBIARA
14h30 - Carreata
Local: Concentração no Bairro da Saúde, saída para Buriti Alegre

TRINDADE
16 horas - Caminhada
Local: da Matriz até a Basílica do Divino Pai Eterno

DOMINGO (26/10)

TRINDADE
5h30 - Missa
Local: Basílica do Divino Pai Eterno

PALMEIRAS DE GOIÁS
8 horas - Votação
Local: Colégio da Polícia Militar de Palmeiras de Goiás / Zona 20, Seção 03 (Rua São João, Bairro São João)

PIRENÓPOLIS
10 horas - Acompanha a votação da primeira-dama Valéria Perillo
Local: Escola Estadual Comendador Joaquim Alves / Zona 026, Seção 014

"Nunca desmenti a reportagem de VEJA', Diz Advogado de Alberto Youssef


Em entrevista ao site de VEJA, Antonio Augusto Figueiredo Basto diz que não pode comentar teor de depoimentos.



O advogado Antonio Augusto Figueiredo Basto, coordenador da defesa do doleiro Alberto Youssef, disse nesta sexta-feira que está impedido de se manifestar sobre as declarações de seu cliente. A mais recente edição de VEJA traz uma reportagem revelando que Youssef disse à Polícia Federal e ao Ministério Público que tanto o ex-presidente Lula como a presidente Dilma sabiam do esquema de corrupção na Petrobras. O depoimento foi prestado na última terça-feira na presença de um delegado e de um procurador da República.

Pesquisa Istoé/Sensus: Aécio Cresce, Tem 54,6% e Abre 9 Pontos de Dilma Que Tem 45,4% a Dois Dias da Eleição


Pesquisa ISTOÉ/Sensus realizada a partir da terça-feira 21 reafirma a liderança de Aécio Neves (PSDB) sobre a petista Dilma Rousseff nos últimos dias da disputa pela sucessão presidencial. Segundo o levantamento que entrevistou 2 mil eleitores de 24 Estados, o tucano soma 54,6% dos votos válidos, contra 45,4% obtidos pela presidenta Dilma Rousseff. Uma diferença de 9,2 pontos percentuais, o que equivale a aproximadamente 12,8 milhões de votos. A pesquisa também constatou que a dois dias das eleições 11,9% do eleitorado ainda não decidiu em quem votar. “Como no primeiro turno, deverá haver uma grande movimentação do eleitor no próprio dia da votação”, afirma Ricardo Guedes, diretor do Instituto Sensus. Se for considerado o número total de votos, a pesquisa indica que Aécio conta com o apoio de 48,1% do eleitorado e a candidata do PT 40%.


Aécio Neves seria eleito presidente do Brasil se a eleição fosse hoje, afirma o Instituto Sensus. Pesquisa está na revista IstoÉ que chega às bancas neste sábado.

De acordo com Guedes, a pesquisa realizada em cinco regiões do País e em 136 municípios revela que o índice de rejeição à candidatura de Dilma Rousseff se mantém bastante elevado para quem disputa. 44,2% dos eleitores afirmaram que não votariam na presidenta de forma alguma. A rejeição contra o tucano Aécio Neves é de 33,7%. Segundo o diretor do Sensus, a taxa de rejeição pode indicar a capacidade de crescimento de cada um dos candidatos. Quanto maior a rejeição, menor a possibilidade de crescimento. Outro indicador apurado pela pesquisa Istoé/Sensus diz respeito á votação espontânea, quando nenhum nome é apresentado para o entrevistado. Nessa situação, Aécio também está à frente de Dilma, embora a petista esteja ocupando a Presidência da República desde janeiro de 2011. O tucano é citado espontaneamente por 47,8% dos eleitores e a petista por 39,4%. 0,2% citaram outros nomes e 12,8% disseram estar indecisos ou dispostos a votar em branco.
Para conquistar os indecisos as duas campanhas apostam as últimas fichas nos principais colégios eleitorais do País: São Paulo, Minas e Rio de Janeiro. O objetivo do PSDB e ampliar a vantagem obtida em São Paulo no primeiro turno e procurar virar o jogo em Minas e no Rio. Em São Paulo, Aécio intensificou a campanha de rua, com a participação constante do governador reeleito, Geraldo Alckmin, e do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. De acordo com as pesquisas realizadas pelo comando da campanha de Aécio, em Minas o tucano já estaria na frente de Dilma e a vantagem veio aumentando dia a dia na última semana. Processo semelhante ocorreu em Pernambuco, depois de Aécio receber o apoio explícito da família de Eduardo Campos e do governador eleito, Paulo Câmara. Os mesmos levantamentos indicam que no Rio de Janeiro a candidatura do senador mineiro vem crescendo, mas ainda não ultrapassou a presidenta. Para reverter esse quadro, Aécio aposta no apoio de lideranças locais, basicamente de Romário, senador eleito pelo PSB, que deverá acompanhá-lo nos últimos atos de campanha. Para consolidar a liderança, Aécio tem usado os últimos programas no horário eleitoral gratuito para apresentar-se ao eleitor como o candidato da mudança contra o PT. Isso porque, as pesquisas internas mostram a maior parte do eleitor brasileiro se manifesta com o desejo de tirar o partido do governo.
No comando petista, embora não haja um consenso sobre qual a melhor opção a ser colocada em prática nos dois últimos dias de campanha, a ordem inicial é a de continuar a apostar na estratégia de desconstrução do adversário. Nas duas últimas semanas, o que se constatou é que, ao invés de usar parlamentares eleitos para esse tipo de ação – como costumava fazer o partido em eleições passadas -- os petistas escalaram suas principais lideranças para a missão, inclusive o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a própria candidata. Os petistas apostam no problema da falta d’água para tirar votos de Aécio em São Paulo e numa maior presença de Dilma em Minas para procurar se manter á frente do tucano no Estado. 

PESQUISA ISTOÉ/Sensus
Realização – Sensus
Registro na Justiça Eleitoral – BR-01166/2014
Entrevistas – 2.000, em cinco regiões, 24 estados e 136 municípios do País
Metodologia – Cotas para sexo, idade, escolaridade, renda e urbano e rural
Campo – De 21 a 24 de outubro
Margem de erro - +/- 2,2%
Confiança – 95%

Neymar Entra no Jogo Político e Decide Votar e Apoiar Aécio Neves

Depois de Ronaldo Fenômeno e Romário declarem apoio agora foi a vez de Neymar entrar no jogo político e declarar voto e apoio para Aécio Neves. Depois que o PT publicou uma foto/montagem usando a imagem do jogador afirmando que ele estava apoiando Dilma Rousseff, o jogador decidiu entrar em campo e declarar apoio e voto para Aécio. 

 O jogador se manifestou por meio de vídeo publicado em sua conta no YouTube, prontamente divulgado pelas redes sociais do candidato do PSDB. 

 “Geralmente, a opinião pública trata o apoio de uma personalidade como oportunismo ou a falta dele como alienação. Não podemos ter medo de nos posicionar. É um direito nosso e democrático escolher um candidato”, disse Neymar, ao justificar seu posicionamento. 

 “Vou apoiar o candidato Aécio Neves porque me identifico muito com a proposta que tem para o Brasil”, afirmou o craque do Barcelona, que ainda disse que continuará lutando pela exposição positiva do Brasil com qualquer seja o vencedor das eleições deste domingo.

 No começo da semana, Neymar teve que desmentir uma foto que circulou nas redes sociais com uma mensagem de suposto apoio à candidata do PT. A assessoria do jogador disse na ocasião que “Neymar não divulga o voto e que qualquer imagem partidária envolvendo opção de voto do jogador é falsa”. Neymar se junta a Ronaldo, dono da empresa que gerencia sua imagem no futebol. 

O ex-jogador declarou há alguns meses seu apoio a Aécio Neves e tem participado de diversos eventos ao lado do candidato tucano.

 Confira o apoio de Neymar no vídeo abaixo. 

Romário Convoca os Brasileiros Para a Partida Mais Importante da História do Brasil

Na reta final do segundo turno, o candidato à Presidência pelo PSDB, Aécio Neves, enfim conseguiu fechar o apoio de Romário, senador eleito pelo PSB com o recorde de 4,6 milhões de votos. O estado, terceiro maior colégio eleitoral do país, é considerado chave na disputa contra Dilma Rousseff (PT). Desde sua eleição, Romário já havia descartado apoiar a presidente e candidata à reeleição. No primeiro turno, ele apoiiu Marina Silva. A aliança com o tucano no segundo turno, no entanto, esteve ameaçada por atritos que envolvieram o ex-jogador Ronaldo Fenômeno, desafeto do Baixinho.


Na tarde desta quarta-feira, em Brasília, Romário gravou dois vídeos que serão exibidos no programa de TV de Aécio. No maior deles, de quase 40 segundos, o senador eleito reforça o discurso de mudança do candidato de oposição. No outro, numa fala de 15 segundos, Romário cita os compromissos assumidos por Aécio para ter seu apoio: a causa das pessoas com deficiências e doenças raras e a moralização do esporte.

O Rio de Janeiro é considerado crucial para os dois presidenciáveis. Dilma tem o apoio do dois candidatos ao governo estadual, Luiz Fernando Pezão (PMDB) e Marcelo Crivella (PRB), enquanto Aécio contava principalmente com a dissidência do PMDB, liderada pelo presidente estadual da legenda, Jorge Picciani — o movimento “Aezão”. Agora, o tucano aumenta seu cacife no estado na reta final.

Dilma chegou ao Rio nesta quartta-feira e permanecerá na cidade até a noite de sexta-feira, quando participará do debate na TV GLobo. Aécio chega ao Rio na quinta-feira e tenta organizar, antes do debate, um ato público ao lado de Romário.


PESQUISA VERITÁ: Aécio Neves 53,2% Dilma 46,8%


Um Domingo Dedicado a Eduardo Campos

Domingo dia 26 de outubro vai ser um dia especial. vai ser um dia histórico para o Brasil. Neste domingo gostaria muito que Eduardo Campos estive entre nós para ver concretizado o seu sonho de mudar o Brasil, mudança essa que começou por ele no Pernambuco.

A semente plantada por Eduardo Campos germinou no coração do povo brasileiro e está fazendo nascer um novo Brasil.

Ao raiar de um novo tempo, fico com o sentimento misto de alegria e tristeza, alegria por ver o Brasil se livrando do mal da corrupção, da mentira, da impunidade e dos desmandos do PT.

Tristeza por saber quem iniciou esta mudança não está aqui para ver o seu sonho realizado. Para o Brasil mudar, infelizmente foi preciso Eduardo morrer.

Eduardo definitivamente era um homem a frente do nosso tempo e começou a mudar o Brasil a partir do Pernambuco. Riscou o PT do mapa do estado e libertou sua gente, mostrando qual caminho devia seguir. Era um visionário. Eduardo impôs seguidas derrotas ao PT, na prefeitura do Recife, no governo do estado e na eleição para presidente.


No Pernambuco o PT não elegeu nenhum deputado e perdeu todas as eleições que disputou com Eduardo e seu legado.

O povo brasileiro que foi as ruas pedir por mudança, não desistiu do Brasil, apenas está aguardando domingo chegar para voltar as ruas, desta feita para comemorar as mudanças que Eduardo começou.

Neste domingo vou votar Aécio Neves, mas jamais vou esquecer de Eduardo Campos.




Revista Veja - Bomba! Lula e Dilma Sabiam dos Roubos e Corrupção na Petrobras

A Revista Veja que circula este final de semana traz como reportagem principal a revelação de que o doceiro Alberto Youssef, caixa do esquema de corrupção na Petrobras disse na terça-feira a polícia Federal e ao Ministério Público Federal que Dilma e Lula tinham conhecimento das tenebrosas transações de corrupção na Petrobras.

Se confirmar as informações, a presidente Dilma Rousseff dificilmente escapara de um processo de Impeachment

Muitos dos Programas Sociais do Governo Federal Foram Criados Aqui em Goiás”, diz Marconi

Em entrevista à Rádio Clube FM – antiga rádio Mil FM –, em Goiânia, o governador Marconi Perillo (PSDB) afirmou que muitas ações e iniciativas do governo do Estado foram, de alguma forma, instituídas e executadas pelo governo federal. Como os programas sociais de maior destaque em Goiás. “Muitos dos nossos programas inspiraram a gestão do PT. O Bolsa Família, por exemplo, teve origem no Renda Cidadã. O ProUni foi inspirado no Bolsa Universitária”, afirmou.


Marconi também observou que o adversário do PMDB, Iris Rezende, não recebeu apoio da presidente Dilma Rousseuf (PT), no segundo turno. “Na eleição passada, em 2010, o ex-presidente Lula não saia daqui”, lembrou o governador. Neste contexto, o governador ainda assinalou, na entrevista, que não percebeu ataques e tampouco atitudes que denotasse baixo nível por parte do ex-prefeito de Anápolis, Antônio Gomide, que também é do PT. Gomide, neste segundo turno, apoia Iris Rezende - o peemedebista, por sua vez, tem sido apontado pelo governador como o protagonista de baixarias e calúnias contra a campanha da coligaçãoGarantia de um Futuro Melhor para Goiás, sobretudo no horário eleitoral gratuito.

O governador também disse acreditar que “quase 100%” dos apoiadores do ex-candidato Vanderlan Cardoso (PSB) estão empenhados em sua reeleição. “Vanderlan ficou neutro e liberou seu pessoal”, acrescentou.

Ainda na entrevista à Rádio Clube FM, o governador discorreu sobre o crescimento e desenvolvimento da economia goiana, além da qualidade do atendimento dos serviços prestados pelo governo do Estado, como ocorrer nas unidades do Vapt Vupt e nos hospitais da Rede Hugo. “Minha ideia é manter e melhorar ainda mais o que já está bom. Vamos continuar nesse ritmo acelerado de obras e serviços”, garantiu.

O governador ainda citou números que comprovam que Goiás transformou-se em um “Estado industrial”, como o crescimento do PIB goiano, que saltou de R$ 17 bilhões em seu primeiro mandato para R$ 150 bilhões. “Goiás hoje é visto de uma forma completamente diferente pelas pessoas que não moram aqui. E essa vai ser a tônica de um próximo governo: continuar atraindo mais investimentos”, assegurou.

Presidência
Marconi também falou sobre a disputa presidencial. E disse que seu candidato, Aécio Neves (PSDB), irá fazer a diferença e “mudar os rumos do Brasil”. “Aécio foi um governador muito bem sucedido em Minas Gerais. Ele pode mudar para valer os destinos do País. O governo de Aécio poderá acabar com a inflação. Ele poderá fazer um Plano Real 2, gerar empregos, além de ampliar e melhorar os programas sociais”, atestou Marconi.

Por fim, o governador destacou que os eleitores goianos estão atentos ao que acontece na política. E que rejeitam quem faz propagandas de cunho demagógico e propõe planos não factíveis. “O eleitor, de uma forma geral, está muito atento ao que está acontecendo e quer no governo alguém que esteja sintonizado com esses tempos modernos e com o futuro do Estado”, explicou. E concluiu: “Respondemos às mentiras com verdades e propomos comparações entre o nosso estilo de governar com o do nosso adversário. Estamos, assim, procurando elevar o nível da campanha”.

Itapuranga
Em meio aos inúmeros compromissos de campanha, o governador esteve em Itapuranga para parabenizar o pastor Abigail Carlos de Almeida, presidente da Igreja Assembleia de Deus – Ministério Fama.

Estavam no aniversário, ao lado do governador, diversos líderes religiosos, como pastor Oídes José do Carmo, presidente da Assembleia de Deus - Campo de Campinas; o bispo Jorge Branco de Gouveia, do Campo Vila Nova; e o pastor Gentil Oliveira, do Ministério Bethel. Abigail Carlos de Almeida agradeceu a presença do governador Marconi Perillo e reiterou o apoio da igreja Assembleia de Deus - Ministério Fama à sua reeleição. Destacou a amizade que tem com o governador e o apoio de Marconi às instituições religiosas.

Vídeo Mostra Que Petistas Oferecem R$50,00 Para Pessoas Irem a Evento de Dilma

IBOPE Recebeu 11 Milhões de Reais Para Fazer Pesquisa Para o Governo Dilma


Dunga Convoca Seleção Para Jogos Contra Turquia e Áustria

O técnico Dunga fez a convocação da Seleção Brasileira que enfrentará a Turquia e a Áustria nos dias 12 e 18 de novembro. Os jogos serão realizados em Istambul e em Viena respectivamente.

Atendendo a pedido dos clubes brasileiros, Dunga não convocou nenhum jogador que atua no Brasil. Com isto clubes brasileiros não perderão seus jogadores na 34ª e 35ª rodada do Brasileirão e beneficiando principalmente Cruzeiro, Atlético Mineiro, Santos e Flamengo envolvidos nas semi-finais da Copa do Brasil.

Entre novidades e surpresas da lista de Dunga estão os meias Roberto Firmino do Hoffenhein e Casemiro do Porto e os atacantes Douglas Costa e Luiz Adriano do Shakhtar Donetsk.

Roberto Firmino
Roberto Firmino tem 23 anos e foi revelado pelo Figueirense. Desde 2010 está no futebol alemão defendendo o Hoffenhein. Na última temporada Firmino foi considerado a revelação do ano emplacando 16 gols e 12 assistências. 

GOLEIROS
Neto (Fiorentina)
Rafael Cabral (Napoli)
Diego Alves (Valencia)

ZAGUEIROS
David Luiz (PSG)
Miranda (Atlético de Madrid)
Marquinhos (PSG)
Thiago Silva (PSG)

LATERAIS
Danilo (Porto)
Filipe Luís (Chelsea)
Mario Fernandes (CSKA)
Alex Sandro (Porto)

MEIO-CAMPO
Luiz Gustavo (Wolfsburg)
Fernandinho (Manchester City)
Rômulo (Spartak)
Casemiro (Porto)
Roberto Firmino (Hoffenhein)
Oscar (Chelsea)
Willian (Chelsea)
Lucas (PSG)
Phillipe Coutinho (Liverpool)

ATACANTES
Neymar (Barcelona)
Douglas Costa (Shakhtar)
Luiz Adriano (Shakhtar)

Diretoria do Sport Mantém Eduardo Baptista

Apesar da sequência negativa de 7 jogos sem vitórias, a diretoria do Sport continua bancando o técnico Eduardo Baptista.

A torcida do time pernambucano já perdeu a paciência. Depois da derrota de ontem em casa frente ao Goiás, cerca de 50 torcedores tentaram invadir a área restrita a jogadores e à imprensa para tirar satisfação junto aos atletas.

A luz amarela acendeu de vez na Ilha do Retiro. Se até algumas rodadas atrás o time sonhava com o G4, agora o Leão está a apenas 6 pontos da Zona de Rebaixamento e agora a meta é muito mais modesta - terminar o ano na Série A.

Para descobrir o problema do Sport basta analisarmos os números. O time não tem ataque. Foram apenas 23 gols em 30 jogos. Nos últimos 7 jogos, foram 5 derrotas e 2 empates com apenas 2 gols marcados. Foram 2 derrotas seguidas em casa contra Vitória e Goiás.

Neto Baiano Está há 10 jogos em Branco
O principal atacante do time, pelo menos o mais badalado, Neto Baiano tem apenas 4 gols marcados. Está há 10 jogos sem balançar as redes. 

Ontem a torcida elegeu o seu vilão – o volante Ibson. O jogador tem perdido gols incríveis nos últimos jogos e pouco tem contribuído na marcação. Para o próximo jogo sábado contra o Atlético Mineiro não será surpresa se Eduardo Baptista sacar o volante.

Em Senador Canedo, Marconi pede trabalho redobrado até domingo


Ao lado do prefeito Misael Oliveira (PDT), tucano reforçou 
compromissos com a cidade: “Vamos cumpri-los rigorosamente”


Em reunião organizada pelo prefeito Misael Oliveira (PDT), o governador Marconi Perillo (PSDB) esteve em Senador Canedo na noite desta quarta-feira, onde fez discurso pedindo ainda mais empenho dos aliados e militantes: “Não vamos descansar! Estamos na reta final de muito trabalho. Este é o meu décimo compromisso no dia de hoje. Estamos todos de mangas arregaçadas para termos uma grande vitória. Nós vamos ganhar com fé em Deus. Será a vitória do trabalho”.

O prefeito Misael Oliveira, por sua vez, contou que 13 vereadores de Senador Canedo, além de quatro suplentes e os que estão licenciados, apoiam e trabalham em prol da reeleição do governador. “Marconi é o candidato do meu coração, meu amigo de muitos anos e um excelente gestor”, ressaltou. Misael aproveitou para elencar parcerias que ele realizará com o Governo de Goiás a partir de 2015: “Teremos, muito em breve, a doação de uma área de 30 alqueires para aumentar o Distrito Agroindustrial de Senador Canedo e uma unidade do Colégio Militar. Os cursos da UEG aqui na cidade serão ampliados e outras centenas de escrituras de casas, dentro do processo de regularização fundiária, serão entregues. Todos estes compromissos serão cumpridos”, garantiu o prefeito.

Além de agradecer a presença do público, Marconi falou do carinho e apreço que tem por Senador Canedo. “Minha relação com esta cidade tem mais de 30 anos. Foi aqui, inclusive, que recebi o primeiro título de cidadão em um município goiano. Estou ao lado de vocês antes mesmo que Senador Canedo fosse emancipada”, lembrou.

Após citar benefícios e obras que conseguiu direcionar para a cidade quando ainda era deputado, o governador reafirmou que cumprirá, rigorosamente, todos os compromissos assumidos nesta campanha: “Vocês sabem que Senador Canedo recebe o maior volume de obras da sua história neste governo. Manteremos este ritmo acelerado, caso seja a vontade de Deus e do povo”.

Ainda sobre realizações da atual gestão, Marconi mencionou a extensão da linha do Eixo Anhanguera ao município. “Nós fizemos o compromisso e estamos cumprindo. Mas é importante ressaltar que a implantação ainda está em fase experimental. Nós compramos 35 novos ônibus para suprir toda a demanda neste projeto de prolongamento da linha”. O governador também explicou que serão construídos novos terminais - finais e intermediários. “A extensão já é uma realidade”, assegurou.

Oposição
Em determinado momento, Marconi responsabilizou o adversário, Iris Rezende (PMDB), por veicular, no horário eleitoral gratuito, acusações infundadas e levianas: “A verdade que eles não querem ver é que nós temos obras para serem mostradas e esta cidade é um dos melhores exemplos disso. O povo vê e sabe qual a realidade dos fatos”. Ele ainda pediu auxílio dos participantes da reunião para divulgar as propostas do seu Plano de Governo: “Todos sabem que já fizemos muito e, juntos, podemos fazer ainda mais. Senador Canedo é uma das cidades mais importantes do Brasil e saberemos reconhecer toda essa grandeza. 

Marconi aproveitou a presença de aliados ao ex-prefeito e ex-candidato ao governo do Estado Vanderlan Cardoso (PSB) - como seu ex-vice-prefeito, Dr. Túlio (PSB), e afirmou: “Faço questão de agradecer a Vanderlan pela neutralidade neste segundo turno. Mas o mais importante, por permitir que todos os vereadores, o prefeito e os deputados que representam a cidade tivessem liberdade para estarem conosco”. Ao final, fez referência, novamente, aos apoios ali recebidos. “Não tenho dúvidas que vocês nos darão uma grande vitória aqui em Senador Canedo, pois sabem do amor que eu tenho por essa terra”, arrematou.

Fotos: Humberto Silva

Fortiori: Marconi tem 58,2% e Iris 41,8% dos votos válidos

Pesquisa mostra estabilidade nos índices dos candidatos,
 com frente de 16,4 pontos para tucano


O governador Marconi Perillo (PSDB) lidera a disputa para o Palácio das Esmeraldas com 58,2% dos votos válidos, mostra a última rodada da pesquisa Fortiori / TV Serra Dourada, realizada entre os dias 17 e 20 de outubro e divulgada nesta quarta-feira (22). O tucano está 16,4 pontos porcentuais à frente do ex-prefeito de Goiânia Iris Rezende (PMDB), que aparece com 41,8% dos votos válidos.

Na comparação com a rodada anterior, publicada em 14 de outubro, os índices de Marconi e Iris oscilaram dentro da margem de erro da pesquisa, que é de 3,1 pontos porcentuais, para mais ou para menos. Há uma semana, o tucano aparecia com 59,3% dos votos válidos, diante de 41,8% de Iris. Os votos válidos são calculados a partir da exclusão de votos brancos e nulos e da distribuição proporcional dos eleitores indecisos. É assim que a Justiça Eleitoral apresenta o resultado da eleição.

Em votos totais, Marconi obtém 52% das intenções de votos, mesmo índice registrado há uma semana. Iris por sua vez, teve oscilação positiva de 1 ponto porcentual, passando de 36% para 37%. Assim, a distância entre eles caiu apenas em um ponto porcentual, o que indica estabilidade das intenções de votos nos dois candidatos.

Os eleitores indecisos somam 4% e aqueles que afirmam que votariam em branco ou nulo somam 7%. Na rodada anterior, 5% diziam não sabiam em quem votar e os que disseram que votariam em branco ou nulo totalizavam os mesmos 7% da rodada atual.

Espontânea
Na pesquisa espontânea, em que o eleitor indica livremente o candidato de sua preferência, Marconi tem 49% das intenções de votos, com oscilação positiva de um ponto na comparação com a rodada realizada há uma semana, quando aparecia com 48%. Iris aparece agora com 34%, com oscilação positiva de 2 pontos porcentuais na comparação com a rodada anterior, ocasião em que obteve 32% das intenções de votos na espontânea.

Os eleitores indecisos na espontânea somam agora 10% – eram 13% na rodada anterior. Segundo o levantamento, 7% dos entrevistados afirmaram que votarão em branco ou anularão tanto na pesquisa atual quanto na anterior.

Ainda segundo o levantamento, 76% dos eleitores acreditam que a disputa será vencida pelo governador Marconi Perillo. Já 15% acreditam que Iris vencerá a corrida e 9% não souberam responder. Na comparação com a rodada anterior, a crença na vitória de Marconi teve oscilação positiva de 2 pontos porcentuais, enquanto que na de Iris houve queda de 5 pontos.

Rejeição a Iris chega ao maior patamar
A rejeição do eleitor goiano à candidatura de Iris Rezende (PMDB) atingiu o maior patamar da série histórica de pesquisas realizadas pelo Instituto Fortiori desde o início da disputa eleitoral. Segundo o último levantamento, realizado entre os dias 17 e 20 de outubro, 31% dos entrevistados disseram que não votariam de jeito nenhum em Iris para governador.

Na pesquisa de julho, a primeira realizada após o início da campanha eleitoral, Iris era rejeitado por 27% dos eleitores, então o mesmo índice do governador Marconi Perillo (PSDB). Na pesquisa divulgada ontem, 25% dos eleitores afirmam que não votariam de jeito nenhum no tucano.

Assim, durante a campanha eleitoral, período em que Marconi e Iris tiveram a máxima exposição, caiu a rejeição ao tucano ao passo em que aumentou o total de eleitores que resistem ao nome de Iris. Também em julho ano passado, 21% dos entrevistados diziam que não rejeitavam nenhum candidato, agora esse porcentual é de 36%.

Jacaré Gigante de 347 kg é Capturado na Flórida

Um alligator (jacaré americano) pesando 347 kg foi capturado na Flórida, no Rio St. Johns. O animal que mediu 4,11 metros foi abatido por 2 caçadores americanos Keith Kelley e Kelly Sziy.

Segundo as autoridades americanas da Pesca e Vida Selvagem da Flórida, é bem provável que a captura seja um recorde. Os dois caçadores usaram apenas uma corda e alguns ganchos numa batalha que durou mais de 4 horas.

Segundo relato dos caçadores, eles perseguiram o animal durante meses.

A cabeça do alligator agora ficará na casa de Kelley e sua carne será processada para consumo.

Vídeo Selfie de Aécio e Marconi Alcança Meio Milhão de Internautas


No trajeto do Aeroporto Santa Genoveva até à Praça Cívica, na noite da última terça-feira (21/10), o governador e candidato à reeleição, Marconi Perillo (PSDB) gravou um vídeo selfie com o presidenciável Aécio Neves (PSDB), postado no perfil dele, no Facebook.


Desde então, os números relativos ao post impressionam: em menos de 48 horas, o vídeo alcançou, até às 15 horas desta quinta-feira (23/10), 497.152 internautas. Foram contabilizadas, até este momento, mais de 4.650 curtidas, 3.069 compartilhamentos e 532 comentários.

Nas imagens, Marconi dá as boas vindas ao candidato que, se eleito no próximo domingo, 26 de outubro, será o novo presidente do Brasil. “Estou aqui com meu amigo, de volta à Goiânia, cidade ‘pé-quente’. Tenho certeza de que ele terá uma grande vitória em Goiás e ele será um grande presidente para o Brasil”, disse Marconi.

Companheiros de partido, os dois saíram vitoriosos no primeiro turno em Goiás. O governador venceu com 45,86% dos votos válidos. Aécio, na disputa pelo Palácio do Planalto, teve 41,54%.

Já o presidenciável do PSDB agradeceu o governador pela recepção e pelo empenho e apoio dele. “Aqui começou a grande virada e vamos ganhar juntos, porque é bom pra Goiás e é bom para o Brasil”, afirmou Aécio, ressaltando, em seguida, que esta é “a hora de botar decência no governo federal” e ajudar Marconi a fazer uma gestão ainda melhor.

Confira o vídeo em anexo, neste email. E também por meio do link abaixo:

Coordenador da campanha tucana incentiva militância a intensificar esforços

Em entrevista à Rádio Vinha, Olier Alves destaca 
bons índices do governador em Goiânia

Coordenador da campanha à reeleição do governador Marconi Perillo (PSDB) em Goiânia, Olier Alves fez balanço das ações e eventos na Capital no programa Mesa dos Notáveis, na Rádio Vinha FM. Ao jornalista Altair Tavares, Olier garantiu que o empenho dos aliados e militantes continuará até o dia 26 e que não existe “campanha ganha”: “Os números (divulgados pelas pesquisas) nos favorecem, claro. Mas tudo é decisivo, tudo é importante”.

Quanto ao debate da TV Anhanguera, que será realizado às 22h30 desta quinta-feira (23/10), o coordenador se mostrou confiante. “Marconi tem muito o que mostrar, são muitas obras. Nosso adversário está sem projetos para Goiás, parte para o embate pessoal, o que não é característica de um estadista. Iris está desesperado”, afirmou. 

“O governador tem se preparado muito bem, com dados e propostas. Já Iris, está muito agressivo. É consequência dos resultados das últimas pesquisas. Está perdendo companheiros, não conseguiu apoios significativos no segundo turno. Infelizmente, o que ele representa é um projeto de vingança”, lamentou Olier. 

Nova gestão
Olier também foi questionado sobre os motivos do governador pleitear um novo mandato. “Como fiquei responsável pela campanha na Capital, garanto que nenhum gestor fez tanto por Goiânia como Marconi fez nesta administração. São incontáveis obras que beneficiam a população daqui em todas as áreas”, apostou.

Segundo Olier, na região Noroeste da Capital, por exemplo, vultosos investimentos foram feitos: “Entregamos mais de dez mil escrituras de casas e estamos com outras centenas prontas; levamos uma unidade do Vapt Vupt, ampliamos a rede de esgoto e vamos entregar o Hugo 2, que será um dos maiores do Estado. Provas concretas do compromisso do governador com o bem-estar dos goianienes”, enumerou. 

O coordenador lembrou ainda que, no primeiro turno, a diferença de Iris para Marconi, na Capital - que sempre foi grande -, reduziu-se a menos de quatro pontos percentuais - cerca de 27 mil votos. “Nosso objetivo é também buscar os votos que foram para Vanderlan Cardoso (PSB) e Antônio Gomide (PT), garantindo a vitória de Marconi em Goiânia”, explicou. Entre as obras citadas por ele, destacam-se a duplicação de todas as saídas de Goiânia, que foram, também, iluminadas e que receberam ciclovias. Mencionoou ainda os programas sociais, como a Bolsa Universitária, que já beneficiou 153 mil estudantes, bem como o Passe Livre Estudantil. “A disposição de trabalho e os projetos de modernização de Goiás justificam a candidatura para um novo mandato”, finalizou. 

Sobre a projeção de votos para o próximo domingo, Olier preferiu não opinar. “Nós continuaremos trabalhando duro, como fizemos durante todo o período eleitoral, para mostrar aos goianos que nosso projeto é o que, verdadeiramente, tem compromisso com o futuro de Goiás”, esclareceu. O coordenador repetiu o discurso que Marconi tem proferido nos eventos da campanha de segundo turno, mesmo liderando todas as pesquisas já divulgadas: “Nada de salto alto. Temos que manter a humildade, pois a eleição só acaba quando o resultado é divulgado”.

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Vídeo selfie de Aécio e Marconi alcança meio milhão de internautas

Imagens postadas no perfil do governador, no Facebook,
 já teve mais de 3 mil compartilhamentos

No trajeto do Aeroporto Santa Genoveva até à Praça Cívica, na noite da última terça-feira (21/10), o governador e candidato à reeleição, Marconi Perillo (PSDB) gravou um vídeo selfie com o presidenciável Aécio Neves (PSDB), postado no perfil dele, no Facebook.

Desde então, os números relativos ao post impressionam: em menos de 48 horas, o vídeo alcançou, até às 15 horas desta quinta-feira (23/10), 497.152 internautas. Foram contabilizadas, até este momento, mais de 4.650 curtidas, 3.069 compartilhamentos e 532 comentários.

Nas imagens, Marconi dá as boas vindas ao candidato que, se eleito no próximo domingo, 26 de outubro, será o novo presidente do Brasil. “Estou aqui com meu amigo, de volta à Goiânia, cidade ‘pé-quente’. Tenho certeza de que ele terá uma grande vitória em Goiás e ele será um grande presidente para o Brasil”, disse Marconi.

Companheiros de partido, os dois saíram vitoriosos no primeiro turno em Goiás. O governador venceu com 45,86% dos votos válidos. Aécio, na disputa pelo Palácio do Planalto, teve 41,54%.

Já o presidenciável do PSDB agradeceu o governador pela recepção e pelo empenho e apoio dele. “Aqui começou a grande virada e vamos ganhar juntos, porque é bom pra Goiás e é bom para o Brasil”, afirmou Aécio, ressaltando, em seguida, que esta é “a hora de botar decência no governo federal” e ajudar Marconi a fazer uma gestão ainda melhor.

Confira o vídeo em anexo, neste email. E também por meio do link abaixo:
https://www.youtube.com/watch?v=4ZJensonsKk

Goiás Ganha do Sport na Ilha do Retiro



Sem vencer a seis partidas, o Sport tinha a possibilidade de dar um fim na crise e não ver a zona de rebaixamento ainda mais perto. O Leão da Ilha do Retiro, porém, voltou a decepcionar o seu torcedor em Recife. No fechamento da 30ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Goiás marcou aos 45 minutos do segundo tempo, com Esquerdinha, e garantiu a sofrida vitória por 1 a 0.

Com mais um revés, o Sport vai caindo na tabela e vê a zona de rebaixamento mais próxima a cada rodada. Depois de 30 partidas realizadas no Campeonato Brasileiro, o time pernambucano soma 37 pontos, a seis da degola, mas segue na 12ª colocação. Neste sábado, às 18h30 (de Brasília), o compromisso será contra o Atlético-MG, na Arena Independência.

O Goiás, por sua vez, confirma o bom momento na competição e consegue afastar o risco de rebaixamento. A equipe esmeraldina chegou aos 41 pontos, assumindo a nona colocação. Na próxima rodada, devido ao segundo turno das eleições presidenciais, volta a campo em um dia inusitado. Na Segunda-feira, às 20h30 (de Brasília), visita o São Paulo, no Morumbi.

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Mentiras e baixarias na campanha de Iris rendem mais punições na Justiça Eleitoral


Programa eleitoral irista perderá 2’37”; 
no total, já são 12 derrotas no TRE-GO


O juiz Fabiano Abel de Aragão Fernandes, do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-GO), determinou a perda de dois minutos e trinta e sete segundos na propaganda eleitoral no rádio, em bloco vespertino, da Coligação Amor Por Goiás, de Iris Rezende (PMDB). A decisão é referente à representação eleitoral da Coligação Garantia de Um Futuro Melhor Pra Goiás, do governador Marconi Perillo (PSDB), em relação a programa em que o então candidato ao Senado, Ronaldo Caiado (DEM), sugeria a existência de “caixa 2” de campanha com recursos provenientes do processo de reemplacamento que seria conduzido pelo Detran-GO.

Ao analisar áudio e a transcrição do trecho da propaganda, o magistrado entendeu que o conteúdo ultrapassa os limites permitidos pela propaganda eleitoral gratuita. “Ora, afirmar que houve um ‘golpe’ no ato relativo ao emplacamento no Estado de Goiás e que tal ação poderia ser considerada um ‘assalto’, a meu sentir, transborda os limites razoáveis da liberdade de expressão e pensamento permitidos pela propaganda eleitoral gratuita”, diz trecho do texto.

O juiz citou o artigo 53, inciso 1º, da Lei 9.504/97 para embasar sua decisão. “É vedada a veiculação de propaganda que possa degradar ou ridicularizar candidatos, sujeitando-se o partido ou coligação infratores à perda do direito à veiculação de propaganda no horário eleitoral gratuito do dia seguinte”.  

Suspensão de propaganda
O juiz Airton Fernandes de Campos, do TRE-GO, julgou procedente o pedido de liminar proposto pela coligação Garantia de Um Futuro Melhor Pra Goiás, que solicitava a suspensão de propaganda da coligação Amor Por Goiás, do candidato Iris Rezende (PMDB), que utilizava o personagem “rei mandão”.

O magistrado utilizou os mesmos argumentos do Juiz Fabiano Abel de Aragão Fernandes que, no dia 18 de outubro, determinou a retirada do personagem. Ele determinou, ainda, a retirada de personagens similares.

O juiz também amparou-se em decisão semelhante do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). “O horário eleitoral foi concebido não para ser local de ataques e ofensas recíprocas, de índole pessoal, mas sim para a divulgação e discussão de ideias e de planos políticos, lastreados no interesse público e balizados pela ética, pelo decoro e pela urbanidade”. 

PT também é derrotado
O desembargador Kisleu Dias Maciel Filho indeferiu Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) protocolada pelo Diretório Regional do Partido dos Trabalhadores (PT) em desfavor do governador Marconi Perillo (PSDB) e do vice-governador José Eliton (PP). Na petição, o PT pedia a inelegibilidade de ambos os candidatos alegando que, em propaganda eleitoral da coligação Garantia de Um Futuro Melhor Pra Goiás, cujo cantor Leonardo participava, houve prática de abuso de poder econômico e político.

Na decisão, o desembargador afirmou que “a lei não coíbe a participação de artistas nas campanhas eleitorais, ou manifestações públicas de suas preferências políticas, desde que de forma não onerosa; tampouco impede que artista participante de propaganda institucional venha em tempo posterior gravar jingle de campanha para os candidatos à reeleição”.  Ele observou, ainda, que matérias veiculadas na imprensa não constituem em indício de prova apto a demonstrar a alegação de malversação de recursos públicos.

O desembargador argumentou que não existem elementos fáticos probatórios para autorizar a abertura de investigação judicial eleitoral; portanto, indeferiu a petição por falta dos requisitos específicos exigidos pela Lei de Inelegibilidades.

Marconi, nas rádios Interativa FM e Fonte FM: “Fazemos um trabalho planejado”

A quatro dias das eleições, o governador Marconi Perillo (PSDB) esteve, nesta quarta-feira (22/10), nas rádios Interativa FM e Fonte FM, onde teve a oportunidade de garantir aos ouvintes que, reeleito, dará sequência ao grande volume de obras espalhadas nas mais diversas regiões do Estado. “Estamos fazendo um trabalho planejado e que tem proporcionado melhorias significativas em diversos setores da administração pública”, pontuou.

Nas duas entrevistas, Marconi incentivou a comparação entre sua administração, que classificou de “moderna” e com “planejamento estratégico”, com a maneira com que Iris governa, definida por ele como “improvisada” e “arcaica”.

Marconi ressaltou a qualidade dos serviços oferecidos à população e detalhou investimentos que fizeram com que Goiás deixasse de ser um Estado periférico e passasse a ocupar, no cenário nacional, posição de destaque entre os que mais crescem atualmente, superando a média nacional. “Goiás tem muita potencialidade e ampliou consideravelmente, nos últimos tempos, as exportações e seu Produto Interno Bruno (PIB).”

“Se compararmos o Goiás de 1999, quando assumi o governo pela primeira vez, e este momento atual, perceberemos um salto enorme em seu desenvolvimento”, reforçou o governador, lembrando que, naquela época, o PIB era de R$ 17 bilhões, e que agora é de R$ 150 bilhões.

Aprovação do governo
Sobre os índices de aprovação de governo aferidos nas últimas pesquisas – no Ibope, divulgado no dia 21, Marconi tem 52% de “ótimo” e “bom” -, ele atribuiu os bons resultados, entre vários fatores, ao reconhecimento do povo goiano em relação às obras espalhadas por todos os cantos do Estado. “Mesmo diante de crises, não deixamos de trabalhar. São essas obras que, somadas ao nosso esforço e dedicação, que servem como a melhor propaganda do nosso governo”, sintetizou.

Com o processo eleitoral próximo do fim, o governador afirmou sentir-se muito satisfeito com os resultados de uma campanha propositiva, que apresentou aos eleitores bons projetos para o Estado. Por outro lado, diz que lamenta a campanha “rancorosa”, “demagógica” e de “muitas mentiras” protagonizada pelo adversário, o ex-prefeito de Goiânia, Iris Rezende. “O que ele tem feito é um verdadeiro ‘balcão de negócios’, prometendo tudo, como se as pessoas dependessem de esmolas e acreditassem em falsas promessas”, acrescentou. “Essa diferença de aproximadamente 20 pontos percentuais que temos à frente dele é uma manifestação concreta dos goianos que não aceitam baixarias, mentiras e promessas que não serão cumpridas. São muitos ataques e muitas mentiras. Estamos em campanha eleitoral, e não numa rinha”, esclareceu.

Segurança Pública
De acordo com o governador, são vários os fatores que contribuem para que a criminalidade aumente a cada dia. Um dos mais importantes, e que, segundo ele, precisa ser combatido com urgência, é o tráfico de drogas e armas dos países vizinhos. “Cerca de 80% dos crimes têm relação direta com o uso e comércio ilegal de drogas”, exemplificou.

Outro ponto importante que merece atenção especial do governo federal, diz Marconi, é a atualização do Código Penal brasileiro, que é de 1940. “Nossas polícias são boas. Prendem os bandidos, mas como a lei é frouxa, a justiça é obrigada a soltá-los e eles voltam ao convívio social para cometer novos crimes.”

Prioridades
Um ouvinte questionou o governador sobre promessa, feita na campanha de 2010, de repassar computadores aos alunos da rede pública estadual. Ele explicou que, diante de problemas estruturais encontrados no início do seu terceiro mandato, existiam prioridades mais urgentes, como a reforma de 1.080 escolas em todo o Estado.

“Diante da situação em que encontramos muitas unidades educacionais, priorizamos as reformas para depois tratarmos da compra desses computadores. A licitação já foi feita e em breve os alunos da rede pública estadual serão beneficiados”, prevê o governador.



Definição de Estupidez: Conhecer a Verdade, Ouvir a Verdade, Ver a Verdade Mas Ainda Assim Acreditar na Mentira


Mentiras e Baixarias na Campanha de Iris Rendem Mais Punições na Justiça Eleitoral

O juiz Fabiano Abel de Aragão Fernandes, do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-GO), determinou a perda de dois minutos e trinta e sete segundos na propaganda eleitoral no rádio, em bloco vespertino, da Coligação Amor Por Goiás, de Iris Rezende (PMDB). A decisão é referente à representação eleitoral da Coligação Garantia de Um Futuro Melhor Pra Goiás, do governador Marconi Perillo (PSDB), em relação a programa em que o então candidato ao Senado, Ronaldo Caiado (DEM), sugeria a existência de “caixa 2” de campanha com recursos provenientes do processo de reemplacamento que seria conduzido pelo Detran-GO.


Ao analisar áudio e a transcrição do trecho da propaganda, o magistrado entendeu que o conteúdo ultrapassa os limites permitidos pela propaganda eleitoral gratuita. “Ora, afirmar que houve um ‘golpe’ no ato relativo ao emplacamento no Estado de Goiás e que tal ação poderia ser considerada um ‘assalto’, a meu sentir, transborda os limites razoáveis da liberdade de expressão e pensamento permitidos pela propaganda eleitoral gratuita”, diz trecho do texto.

O juiz citou o artigo 53, inciso 1º, da Lei 9.504/97 para embasar sua decisão. “É vedada a veiculação de propaganda que possa degradar ou ridicularizar candidatos, sujeitando-se o partido ou coligação infratores à perda do direito à veiculação de propaganda no horário eleitoral gratuito do dia seguinte”.  

Suspensão de propaganda
O juiz Airton Fernandes de Campos, do TRE-GO, julgou procedente o pedido de liminar proposto pela coligação Garantia de Um Futuro Melhor Pra Goiás, que solicitava a suspensão de propaganda da coligação Amor Por Goiás, do candidato Iris Rezende (PMDB), que utilizava o personagem “rei mandão”.

O magistrado utilizou os mesmos argumentos do Juiz Fabiano Abel de Aragão Fernandes que, no dia 18 de outubro, determinou a retirada do personagem. Ele determinou, ainda, a retirada de personagens similares.

O juiz também amparou-se em decisão semelhante do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). “O horário eleitoral foi concebido não para ser local de ataques e ofensas recíprocas, de índole pessoal, mas sim para a divulgação e discussão de ideias e de planos políticos, lastreados no interesse público e balizados pela ética, pelo decoro e pela urbanidade”. 

PT também é derrotado
O desembargador Kisleu Dias Maciel Filho indeferiu Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) protocolada pelo Diretório Regional do Partido dos Trabalhadores (PT) em desfavor do governador Marconi Perillo (PSDB) e do vice-governador José Eliton (PP). Na petição, o PT pedia a inelegibilidade de ambos os candidatos alegando que, em propaganda eleitoral da coligação Garantia de Um Futuro Melhor Pra Goiás, cujo cantor Leonardo participava, houve prática de abuso de poder econômico e político.

Na decisão, o desembargador afirmou que “a lei não coíbe a participação de artistas nas campanhas eleitorais, ou manifestações públicas de suas preferências políticas, desde que de forma não onerosa; tampouco impede que artista participante de propaganda institucional venha em tempo posterior gravar jingle de campanha para os candidatos à reeleição”. Ele observou, ainda, que matérias veiculadas na imprensa não constituem em indício de prova apto a demonstrar a alegação de malversação de recursos públicos.

O desembargador argumentou que não existem elementos fáticos probatórios para autorizar a abertura de investigação judicial eleitoral; portanto, indeferiu a petição por falta dos requisitos específicos exigidos pela Lei de Inelegibilidades.

Transposição do Rio São Francisco - Uma Promessa Não Cumprida do PT Que Se Renova a Cada Eleição

O Rei Mandão e o Espelho

Henrique Meirelles Deve Voltar a Comandar o Banco Central Com Aécio Neves Presidente

Hoje estive frente a frente com o futuro presidente Aécio Neves, foi da distancia desta foto que tirei que tive a oportunidade de perguntar olhando no olho de Aécio porque ele ainda não rebateu as criticas do PT na áreas econômicos. Acompanhe a pergunta:

Aécio Neves , o PT afirma que o receita do PDSB para a área econômica é aumentar os juros e provocar o desemprego, no entanto quando PT assumiu o governo, ele foi buscar nos quadros do PSDB uma pessoa para comandar o Banco Central e a política de juros do país, que foi Henrique Meirelles que tinha sido eleito Deputado Federal pelo PSDB. Em sendo eleito presidente tem espaço no seu governo para a volta de Henrique Meirelles ao Banco Central?

O objetivo da Pergunta não foi arrumar emprego para Henrique Meirelles, até porque ele não precisa disso, mas sim mostrar para Aécio a contradição petista que atira pedra no PSDB na área econômica, mas quem deu sustentação para a economia do governo Lula foi um político do PSDB.

Dilma assim que assumiu o governo, tirou Henrique Meirelles do Banco Central e o fantasma da inflação voltou a assombrar a população brasileira.

Portanto, o PT jamais pode dizer que se o Aécio assumir a presidência, os juros vão aumentar e provocar o desemprego. Exatamente porque  quem vai dirigir o Banco Central deve ser Henrique Meirelles, que dirigiu por  8 anos o BC no governo Lula. Henrique Meirelles pode voltar ao comando desta instituição. Henrique Meirelles  foi eleito deputado federal por Goiás pelo PSDB em 2002, atualmente está filiado ao PSD.

Aécio Neves tentou colocar Henriques Meirelles como vice na sua chapa nesta eleição mas o ex-prefeito de são Paulo levou o PSD para o braços de Dilma Rousseff. Assim que for eleito Aécio Neves vai formalizar o convite para Henrique Meirelles voltar a ser presidente do Banco Central e comandar a política de juros e capital do pais.


Ao responder minha pergunta se haverá espaço para goianos em um possível governo Aécio, o mineiro, sorridente, afirmou: “Pode ter certeza que será uma honra imensa estar cercado de goianos e goianas. Eu tenho muito respeito por esse povo”. Ele lembrou-se do ex-presidente do Banco Central, Henrique Meirelles (que foi eleito deputado federal pelo PSDB, em 2002), pelo qual diz ter uma enorme deferência, para atacar a maneira como a presidente e candidata à reeleição Dilma Rousseff (PT) vem conduzindo sua campanha. “Ela não tem o que apresentar do presente, nem para o futuro, então prefere fazer comparações rasas sobre o passado. Comparações, estas, desleais, pois não levam em conta as circunstâncias em que nós vivíamos naquele tempo”, lamentou. “Mas, foi exatamente num quadro tucano que o PT conseguiu manter os pilares macro-econômicos do governo [em referência a Meirelles]”, finalizou.

Fatura Liquidada: IBOPE Confirma Reeleição de Marconi Perillo Com 60% dos Votos Válidos

Pesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira (21) aponta os seguintes percentuais de votos válidos na corrida para o governo de Goiás:




- Marconi Perillo (PSDB) - 60%
- Iris Rezende (PMDB) - 40%

Para calcular esses votos, são excluídos da amostra os votos brancos, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos. O procedimento é o mesmo utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição.
No levantamento anterior do instituto, divulgado no último dia 15, Marconi Perillo tinha 56% e Iris Rezende, 44%.

A pesquisa foi encomendada pela TV Anhanguera.

Votos totais
Se forem incluídos os votos brancos e nulos e dos eleitores que se declaram indecisos, os votos totais da pesquisa estimulada são:

- Marconi Perillo (PSDB): 54%
- Iris Rezende (PMDB): 35%
- Branco/nulo: 6%
- Não sabe/não respondeu: 5%

O Ibope ouviu 812 eleitores em 40 municípios do estado de 18 a 20 de outubro. A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de três pontos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%.

A pesquisa foi registrada no Tribunal Eleitoral Regional (TRE-GO) sob o protocolo GO-00193/2014 e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número 01148/2014.

Rejeição
O Ibope perguntou em qual candidato o eleitor não votaria de jeito nenhum. Veja os números:

- Iris Rezende - 28%
- Marconi Perillo - 21%
- Poderia votar em ambos - 26%
- Não sabe/não respondeu - 26%

Expectativa de vitória
O Ibope também perguntou aos entrevistados quem eles acham que será o próximo governador, independentemente da intenção de voto. Para 54%, Marconi sairá vitorioso; 33% acreditam que Iris ganhará; 13% não sabem ou não responderam.