____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Goiás Deveria Copiar o Flamengo

O Goiás joga hoje contra o Fluminense no Maracanã às 18:00 hs pela Copa Sul-Americana.

O time esmeraldino está abalado pelas 5 derrotas seguidas no Brasileirão e entra em campo sob a desconfiança da imprensa e de sua torcida. Afinal ao contrário dos adversários, o time não se reforçou no recesso da Copa do Mundo e agora está pagando o preço. O ponto fraco do time sem dúvida é o ataque que não consegue marcar gols. Os zagueiros e volantes do time são os responsáveis por defender e também ajudar no ataque.

O destaque do time o capitão Amaral continua fora lesionado.

Além do volante Amaral o time não conta com a sua dupla de atacantes Bruno Mineiro no DM e Samuel que não foi inscrito na Sul-Americana.

Por outro lado o Fluminense vem motivado pela goleada imposta no Sport Recife 4 a 0 e Fred voltando a marcar gols.

Fazendo uma análise fria do Goiás, o melhor para o time goiano é cair fora o quanto antes da Sul-Americana e voltar as atenções somente ao Brasileirão. Todos lembram o que aconteceu em 2010. Surpreendentemente o time chegou às finais da Sul-Americana conquistando o vice-campeonato. Porém o preço pago foi alto. O time foi rebaixado à Série B. Com elenco limitadíssimo, o Goiás mal consegue disputar uma competição, quem dirá duas simultaneamente.

O time goiano deveria se espelhar no Flamengo. O time carioca poupou ontem seus jogadores no confronto com o Coritiba pela Copa do Brasil. Perdeu de 3 a 0, é verdade. Mas o seu técnico Vanderlei Luxemburgo inteligentemente, sabendo das limitações do seu time, priorizou a permanência na Série A do Brasileirão. 

Como diz o velho ditado "É melhor um pássaro na mão do que dois voando"

Batistuta Revela Que Pediu Para Amputarem Suas Pernas

O ex-jogador Batistuta através de entrevista concedida um programa de televisão argentino, fez uma revelação dramática de como foi afetado pelas lesões sofridas durante a sua carreira.

Batigol, como era conhecido o ex-atacante argentino, falou que as dores que sentia nas pernas eram tão fortes que chegou ao desespero de pedir ao médico que as amputasse.

O ex-atacante revelou que chegou a urinar na cama pois não conseguia se levantar da cama de dor, mesmo o banheiro estando ao seu lado.

A dor que Batistuta sentia foi amenizada com um procedimento de inserção de parafusos no tornozelo o que amenizou a sua dor. O problema era que ele não tinha mais cartilagens entre os ossos, os meniscos. Sem esta cartilagem que servem exatamente para diminuir o impacto e fazer a articulação entre o fêmur e a tíbia, há um choque direto entre os ossos o que causa a dor.

Gabriel Omar Batistuta tem 45 anos é carrega o título de maior goleador da Seleção Argentina com 56 gols em 78 jogos.

Batigol fez muito sucesso no futebol italiano quando defendeu a Fiorentina, a Roma e a Inter de Milão. O jogador encerrou a carreira em 2005 com 36 anos e o seu último clube foi o Al-Arabi do Catar.

No Brasil Uma Pessoa é Assassinada a Cada 10 Minutos. 154 Homicídios Por Dia

Publicado no começo de julho, o mais recente Mapa da Violência mostra que o número de homicídios no Brasil sobe a cada ano. Em 2012, o ano com os dados mais recentes, 56.325 brasileiros foram vítimas de homicídio, o que resulta em uma média de 154 mortes por dia.
Já no confronto entre Israel e Palestina, desde o dia 8 de julho, quando Israel começou a investida contra o Hamas em Gaza, foram contabilizadas 1.901 mortes (1.834 palestinos e 67 israelenses). O que resulta numa média de 66 mortes por dia.
Essa é a diferença entre o Brasil real, vivida pelos brasileiros e o Brasil mostrado na televisão pelo PT. Como a vida pode ter melhorado se a violência aumenta assustadoramente e não podemos viver em paz e em segurança?

Não adianta ficar politizando a violência e um jogando a culpa para outro. Nenhum governo vai resolver isoladamente o problema da violência no Brasil. Não existe uma cidade, um estado, onde se possa viver em segurança neste país. 

O título de campeão mundial da violência que o Brasil ostenta, tem mais a ver com a impunidade do que com a desigualdade social ou falta de oportunidades.

É demagogo o político que tenta se promover dizendo que vai acabar com a violência aumentando o efetivo policial. Isso é um desrepeito com o trabalho dos policias que arriscam a vida em uma guerra, onde o inimigo está amparado pela lei para continuar cometendo crimes. 

Prender a policia prende. 90% dos crimes são cometidos por pessoas que já tem passagens pela policia, ou seja já foram presos pela, mas a justiça tratou de colocar o bandido na rua novamente para continuar, roubando, aterrorizando e assassinado. 

A lei precisa mudar para a criminalidade diminuir. A segurança nas penitenciarias precisa mudar, pois se transformaram em verdadeiros escritórios do crime, onde bancados pelo dinheiro do povo e protegidos pela corrupção, bandidos administram suas organizações criminosas. O sistema penitenciario  brasileiro faliu. Não recupera prisioneiro. Não reprime o crime. Não tira o bandido do comando de suas ações criminosas e se transformou em uma verdadeira universidade do crime.

A pena de morte no Brasil já foi decreta pelos bandidos contra as pessoas de bem. Sob a proteção da lei, os bandidos assassinam cercam de 50 mil pessoas por ano e impõe o terror na sociedade. 

Para exemplificar o que estou dizendo, basta ver o vídeo abaixo, onde um bandido que estuprou e matou a irmã de um policial, as gargalhas diz: "Estuprei e matei mesmo a irmã de um policial. Não vou ficar preso porque neste país pessoas como eu, não ficam presas. Que vai preso no Brasil é só pai de família".


US Open - Favoritos Vencem na Primeira Rodada

Até o momento a chave de Simples Masculina do US Open não reservou nenhuma surpresa entre os principais favoritos.

Roger Federer passou sem problemas pelo australiano Marinko Matosevic 3 sets a 0, parciais de 6/3, 6/4 e 7/6. Na segunda rodada o suíço pega outro australiano Sam Groth.

O espanhol David Ferrer, cabeça de chave número 4 passou pelo bósnio Damir Dzumhur por 3 sets a 1 e está na segunda rodada do torneio onde enfrentará Bernard Tomic da Áustria.

O suíço Stanislas Wawrinka cabeça de chave número 3 passou pelo checo Jiri Vasely e agora enfrenta o brasileiro Thomaz Belucci. O cabeça de chave número 5 o canadense Milos Raonic passou pelo japonês Taro Daniel e agora pega o alemão Peter Gojowczyk.

Já o principal favorito do torneio o cabeça de chave número 1 o sérvio Novak Djokovic passou fácil pelo argentino Diego Schwartzman e agora pega o francês Paul Henri Mathieu.

O britânico Andy Murray passou com certa dificuldade pelo holandês Robin Haase, 3 sets a 1 e agora encara na próxima fase o alemão Matthias Bachinger.

O último campeão do US OPEN está fora do torneio deste ano. O espanhol Rafael Nadal está lesionada e não joga este ano. Dos tenistas atuais o maior ganhador é Roger Federer que conquistou 5 títulos consecutivos 2004 a 2008.

Peemedebistas de Pirenópolis anunciam apoio a Marconi

Documento que formaliza respaldo à reeleição do
 governador tem assinaturas de 26 integrantes do partido
É cada vez maior o número de integrantes de partidos de oposição que anunciam apoio à reeleição do governador Marconi Perillo. Liderados pelo ex-deputado estadual e ex-presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Frederico Jayme, peemedebistas de Pirenópolis estiveram, nesta terça-feira (26/08), na Capital, em reunião com o governador. E afirmaram que pedirão votos a Marconi. “Estejam certos de que com esta nossa iniciativa, ele terá 90% dos votos dos eleitores de Pirenópolis”, garante Frederico.

No total, 26 membros ligados ao diretório do PMDB de Pirenópolis assinaram um documento formalizando o respaldo a Marconi. “Estamos com o governador porque ele representa o melhor para o Estado. O candidato do nosso partido está mais que superado”, afirma o presidente da sigla, o ex-prefeito de Pirenópolis, Sizenando Jayme Filho. Ele administrou a cidade por três mandatos, sempre filiado ao PMDB.

De acordo com o ex-deputado Frederico Jayme, um dos fundadores do partido em Goiás, o grupo que se aliou a Marconi não pretende deixar a legenda. “Se entenderem que devemos ser expulsos, estamos dispostos a enfrentar este processo. E aí, durante o direito que temos de nos defender, explicaremos porque optamos pelo apoio a Marconi. Aliás, entendo até que este debate seria salutar para o partido e para todos os goianos”, avisa Frederico Jayme.

Segundo ele, grande parte da legenda já aderiu à campanha do governador. “A ala que pensa em modernidade no PMDB, que quer transformações positivas para Goiás, está com Marconi”, afirmou. Frederico também garante que, até o final de setembro, o número de peemedebistas ao lado do governador tende a crescer. “Afirmo seguramente que quase 50% do PMDB goiano já está com ele e a tendência é aumentar ainda mais”, prevê.

Histórico
Vale ressaltar que, até o momento, a coligação Garantia de um Futuro Melhor para Goiás contabiliza apoio de mais de 50 prefeitos de partidos que integram chapas adversárias. Eles fazem parte de legendas como PMDB, DEM, PSB, PRP, PT, PSB e PTN, por exemplo.

Em evento da Igreja Mundial, líderes religiosos apoiam Marconi

Governador participou de reunião com cerca de 5 mil fieis, em Goiânia

Foto: Lailson Damásio
Ao participar de encontro na Igreja Mundial do Poder de Deus, em Goiânia, o governador Marconi Perillo (PSDB), candidato à reeleição pela coligação Garantia de um Futuro Melhor para Goiás,ouviu do bispo Roberto Santana: “Tenho certeza de que Deus vai dar a vitória ao senhor, governador”. Marconi estava acompanhado pelo deputado federal Vilmar Rocha (PSD), candidato ao Senado.

Para um público formado por aproximadamente cinco mil pessoas, o líder religioso ressaltou o companheirismo do governador: “Tenho, por ele, um carinho muito grande. Marconi sempre fez questão de nos apoiar e prestigiar nossos eventos”. O bispo pediu ainda que os fiéis orassem pela vida do governador e pela sua campanha. “Ele é um homem honrado e tem compromisso com a obra de Deus”, enfatizou.

A Igreja Mundial é liderada pelo apóstolo Valdemiro Santiago que, segundo o bispo Roberto Santana, havia mandado uma mensagem ao governador: “Vou defender Marconi com unhas e dentes porque, além de meu amigo, é o único que, verdadeiramente, tem compromissos com as instituições religiosas”. Após a declaração, o bispo foi fortemente aplaudido pelo público. 

Em um rápido discurso, o governador agradeceu o carinho recebido pela igreja e o apoio dos bispos Roberto Santana e Laércio Santos. “Sempre estive junto à Igreja Mundial e tenho muita honra de ser amigo de todos vocês. Estamos aqui reunidos para agradecer as bênçãos que temos recebido”, declarou. 

Marconi disse que vai continuar lutando em favor do trabalho social desenvolvido pela instituição, classificado por ele como “indispensável” para a sociedade. “Essa igreja, assim como centenas de tantas outras espalhadas pelo Estado, desenvolvem um papel decisivo na vida das pessoas. Não só de evangelização, mas também no combate às drogas e à criminalidade, salvando jovens que se perderam e os reconduzindo aos caminhos de Deus”, finalizou. 

Marconi também pediu que os fiéis orassem por ele a fim de que Deus o abençoasse com “sabedoria” e “consciência” para continuar administrando bem o Estado. “Caso seja da vontade dEle que eu continue sendo governador, peço-Lhe que nos ajude a enfrentar e resolver os problemas do Estado. Muitos já foram selecionados, graças a Deus. Mas continuaremos focados, trabalhando firme”, garantiu o tucano. O bispo Roberto Santana acrescentou: “Sabemos que o senhor tem governado o Estado da melhor forma possível, e tenho certeza de que assim vai continuar”. 

Parcerias na educação 
O governador Marconi Perillo também esteve reunido com representantes de escolas particulares no anfiteatro do Colégio Marista. Ele agradeceu o apoio recebido pela categoria desde sua primeira eleição, em 1998. Marconi aproveitou a oportunidade para falar das mudanças recentes que promoveu no setor educacional e que resultaram no salto que Goiás deu no ranking do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), saindo da 16ª posição para o 5º lugar no Ensino Médio.

“É preciso ter a coragem de colocar tudo em prática com convicção, de forma aberta, sem rodeios. É isso que estamos fazendo, não só na área da educação, mas na saúde também”.  Ele creditou os bons resultados no Ideb ao esforço de todos os profissionais, incluindo professores, diretores, superintendentes e servidores administrativos.

Marconi detalhou ainda sobre o Prêmio Aluno, instituído por ele, na rede pública estadual, desde 2012. Naquele ano, cinco mil estudantes que tiveram o melhor desempenho em suas escolas foram contemplados com poupanças no valor de R$ 1 mil. Em 2013, o número de premiados saltou para dez mil; e o valor da poupança chegou a R$ 1,1 mil. Já neste ano, foram 20 mil estudantes contemplados com poupanças no valor de R$ 1,2 mil.

Presidente do Sindicato dos Estabelecimentos Particulares de Ensino de Goiás (Sepe-GO), Flávio Roberto de Castro falou em nome dos professores, diretores e proprietários de colégios particulares presentes na reunião. Ele agradeceu o empenho do governador para a criação de uma vaga para representantes da rede privada no Conselho Estadual de Educação (CEE).



Valéria Perillo reúne-se com lideranças de Aparecida de Goiânia

Primeira- dama apresentou propostas do governador Marconi Perillo para o município

Foto: Aline Cabral
Primeira-dama e presidente de honra da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), Valéria Perillo reuniu-se com líderes políticos de Aparecida de Goiânia. Juntos, detalharam os avanços e obras do governo do Estado na cidade e discutiram novas propostas do governador Marconi Perillo (PSDB) para o município.

O evento, organizado pelo ex-prefeito Sebastião Viana, ficou lotado por moradores do setor Village Garavelo e de bairros da região. Ele abriu a solenidade dizendo que se sentia honrado por estar rodeado de figuras importantes para a história de Goiás, como a primeira-dama Valéria Perillo; o ex-secretário de Saúde e candidato a deputado federal, Antônio Faleiros (PSDB); o deputado estadual Ademir Menezes (PSD), também ex-prefeito de Aparecida de Goiânia; o deputado estadual Marlúcio Pereira (PTB), que disputa a reeleição; e a delegada e vereadora por Aparecida, Cybelle Tristão, segunda suplente do candidato ao Senado pela coligação Garantia de um Futuro Melhor para Goiás, Vilmar Rocha (PSD).

Sebastião Viana afirmou ser essencial dar continuidade aos avanços que Aparecida tem vivido nos últimos anos e que são resultados de parcerias com o governo do Estado. E que, por isso, é de extrema importância trabalhar em favor da reeleição de Marconi Perillo, “o melhor governador a comandar Goiás em todos os tempos”.
Foto: Aline Cabral

Após listar ações e programas do governo que tem mudado, para melhor, a vida de milhares de goianos, a primeira-dama Valéria Perillo falou da necessidade de manter o ritmo de desenvolvimento do Estado. “Estou com Marconi há 27 anos e posso dizer que ele é um líder incansável. Testemunho todos os dias seu empenho em dar atenção a todas as áreas, como saúde e educação, sempre priorizando o cidadão”. Ela explicou ainda que o governador está encarando uma dupla jornada, administrando o Estado e, ao mesmo tempo, levando suas propostas aos goianos durante a campanha. “Por isso, estou aqui. Nos dividimos para somar, para dar atenção a tudo e a todos", ressaltou.

Valéria ainda citou programas já realizados pelo governo de Goiás em Aparecida de Goiânia, como a construção do viaduto do setor Madre Germana, a duplicação da GO-040 e a iluminação da BR-153. E também detalhou sua participação dentro do governo por meio da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), que coordena diversos programas sociais, como o Bolsa Universitária, que viabiliza o estudo e aperfeiçoamento de jovens por todo o estado, permitindo que realizem sonhos e conquistem o mercado de trabalho.

Valéria Perillo lembrou que Aparecida ganhou recentemente uma unidade do Restaurante Cidadão, que oferece 1,5 mil refeições por dia, e recebeu recursos para a instalação de Centros de Educação Infantil. “Tenho me preocupado em dar condições de trabalho às mulheres, investindo nestes centros por meio do projeto Criança Cidadã. Eu como mãe, vejo isso como uma prioridade para muitas famílias”, ressaltou.

Ao finalizar, a primeira-dama reiterou que entre os compromissos de Marconi para o próximo governo estão a construção de um Centro de Convenções na cidade e de novas escolas estaduais padrão Século XXI e a instalação de mais uma unidade do Vapt-Vupt, entre outros. “Basta olhar ao redor e ver que estamos caminhando sempre em frente. Peço que continuem dando este voto de confiança, pois Marconi ainda quer fazer muito mais por nossa gente”, declarou. Também estiveram presentes os vereadores Roberto Chaveiro e Almeidinha, o ex-deputado Chico Abreu e o ex-prefeito José Macedo.


quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Bragantino Usa Criatividade Para Faturar Contra o Corinthians

Foto: Divulgação
Com uma boa dose de criatividade e oportunismo, a diretoria do Bragantino se movimentou para tornar o confronto contra o Corinthians pela Copa do Brasil o mais rentável possível.

Depois de surpreender na fase anterior eliminando o São Paulo, o time do interior paulista não perdeu a chance de ganhar dinheiro jogando contra o Timão.

A primeira providência foi mandar o seu jogo na Arena Pantanal ao invés de jogar em seu estádio o acanhado Nabi Abi Chedid. Com ingressos variando de R$ 35,00 a R$ 100,00, foram disponibilizados 40 mil ingressos para venda. Como mandante a renda ficará toda para o Bragantino.

A outra maneira que os dirigentes acharam de arrecadar mais foi fechando contratos de patrocínios pontuais, ou seja, empresas que pagam para estampara as suas marcas em apenas um jogo específico.

No total 5 empresas resolveram investir na camisa do Bragantino para este jogo. Com isto a camisa do time (veja foto de divulgação), ficou parecida com aqueles macacões de pilotos de automobilismo. O escudo do time fica praticamente invisível diante de tantas logomarcas ao lado.

Blog do Cleuber Carlos é Destaque no Jornal Folha de Notícias

O Jornal Folha de Notícias, com sede na cidade Itumbiara-GO, destaca na sua edição desta  quarta-feira o nosso trabalho como jornalista e blogueiro. 

 O Diretor presidente e fundador  do jornal Folha de Nóticias, Ernando Lopes, é um visionário que sonhou, ainda na década de 80  ser possível fazer circular um jornal diário no interior de Goiás.

 
Ernando Lopes - Diretor presidente/Fundador
 do Jornal Folha de Notícias
O sonho se transformou em realidade e hoje o Jornal está consolidado, sendo filiado a 
ABRAJORI- Associação Brasileira de Jornais do Interior.

Ernando Lopes  colocou Itumbiara e o Sul de Goiás em evidência  ao editar e colocar em circulação o primeiro Jornal diário do interior do Estado de Goiás. 

Além da edição imprensa, o jornal FN também está disponível na internet em sua edição digital no endereço www.folhadenoticias.com

Em 2007 o Jornal Folha de Notícias produziu uma das mais criativas propagandas do jornalismo brasileiro. A campanha com o título "A verdade só tem um lado"  fez sucesso no Brasil e foi premiada pela sua criatividade.



O Blog do Cleuber Carlos, jornalista itumbiarense radicado em Goiânia há vários anos, é o mais acessado em Goiás, chegando a incrível marca de 126 mil acessos num único dia. O blog tem quase 5 milhões de visualizações de página, conforme registrado. Jornalista investigativo, experiente em cobertura política e especializado em futebol, Cleuber Carlos já trabalhou em várias emissoras de rádio em Caldas Novas, Goiânia, Inhumas e emissoras de televisão, como repórter, narrador e apresentador.

 No futebol, Cleuber Carlos já cobriu várias Copas do Mundo e foi setorista dos principais clubes goianos. Filho do radialista Carlos Fernandes e da trabalhadora rural Ivani do Nascimento, Cleuber Carlos é um profissional respeitado no Estado, com passagens por emissoras como Rádio Clube, Rádio Jornal, Rádio Difusora, Rádio e TV Brasil Central, Rádio K do Brasil e já trabalhou também no FOLHA DE NOTICIAS, na fundação do jornal, em 1989. 

 Cleuber Carlos conhece como poucos os bastidores da política goiana, trazendo furos de reportagens e notícias em primeira mão. Seu blog é leitura diária obrigatória para quem se interessa pelos filigranas do futebol e política. Quem quiser conferir seu trabalho acesse www.cleubercarlos.blogspot.com.br

Pesquisa IBOPE: Marina Vira o Jogo e Vence Dilma Com Folga no 2º Turno



O levantamento indica que, em um eventual segundo turno entre Dilma Rousseff e Marina Silva, a ex-senadora teria 45% e a atual presidente, que tenta a reeleição, 36%.

Encomendada pela TV Globo e pelo jornal "O Estado de S. Paulo", a pesquisa é a primeira do Ibope com Marina Silva como candidata do PSB.

No levantamento anterior do instituto, divulgado no último dia 7, o candidato do partido ainda era Eduardo Campos, que morreu em acidente aéreo no último 13. Naquela pesquisa, Dilma tinha 38%, Aécio, 23%, e Campos, 9%. Entre uma pesquisa e outra, a taxa de indecisos passou de 11% para 8%, e a de quem pretende votar em branco ou nulo, de 13% para 7%.
Confira abaixo os números na modalidade estimulada da pesquisa (em que o pesquisador apresenta ao entrevistado um cartão com os nomes de todos os candidatos):
Dilma Rousseff (PT): 34%
Marina Silva (PSB): 29%
Aécio Neves (PSDB): 19%
Luciana Genro (PSOL): 1%
Pastor Everaldo (PSC): 1%
José Maria (PSTU): 0%*
Eduardo Jorge (PV): 0%*
Rui Costa Pimenta (PCO): 0%*
Eymael (PSDC): 0%*
Levy Fidelix (PRTB): 0%*
Mauro Iasi (PCB): 0%*
- Brancos/nulos/nenhum: 7%
- Não sabe: 8%

Cada um dos seis indicados com 0% não atingiu 1% das intenções de voto; somados, eles têm 1%
O Ibope ouviu 2.506 eleitores em 175 municípios entre os últimos sábado (23) e segunda-feira (25). A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de dois pontos para mais ou para menos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-00428/2014.
Espontânea
Na modalidade espontânea da pesquisa (em que o pesquisador somente pergunta ao eleitor em quem ele pretende votar, sem apresentar a relação de candidatos), o resultado foi o seguinte:

- Dilma Rousseff (PT): 27%
- Marina Silva (PSB): 18%
- Aécio Neves (PSDB): 12%
- Outros: 2%
- Brancos/nulos/nenhum: 12%
- Não sabe: 28%

Segundo turno
O Ibope simulou os seguintes cenários de segundo turno:

- Marina Silva: 45%
- Dilma Rousseff: 36%
- Brancos/nulos/nenhum: 9%
- Não sabe: 11%

- Dilma Rousseff: 41%
- Aécio Neves: 35%
- Brancos/nulos/nenhum: 12%
- Não sabe: 12%

O Ibope não simulou segundo turno entre Marina Silva e Aécio Neves.
Rejeição
Dentre os 11 candidatos a presidente, Dilma Rousseff tem a maior taxa de rejeição (percentual dos que disseram que não votam em um candidato de jeito nenhum). Nesse quesito, o entrevistado pode indicar mais de um candidato. Veja os números:

- Dilma Roussef: 36%
- Aécio Neves: 18%
- Pastor Everaldo: 14%
- Zé Maria: 11%
- Marina Silva: 10%
- Eymael: 9%
- Levy Fidelix: 9%
- Luciana Genro: 8%
- Rui Costa: 7%
- Eduardo Jorge: 7%
- Mauro Iasi: 6%

Avaliação do governo
A pesquisa mostra que a administração da presidente Dilma tem a aprovação de 34% dos eleitores – no levantamento anterior, divulgado no último dia 7, o índice era de 32%. O percentual de aprovação reúne os entrevistados que avaliaram o governo como "bom" ou "ótimo".

A pesquisa mostra ainda que o índice dos que desaprovam a gestão, ou seja, consideram o governo "ruim" ou "péssimo", é de 27% (31% no levantamento anterior). Consideram o governo "regular" 36% (na pesquisa anterior, 35%).
O resultado da pesquisa de avaliação do governo Dilma foi o seguinte:
- Ótimo/bom: 34%
- Regular: 36%
- Ruim/péssimo: 27%
- Não sabe: 2%

Agenda de Campanha do Governador Marconi Perillo


Eduardo Jorge Rouba a Cena no Primeiro Debate dos Presidenciáveis e Vira Meme


 As redes sociais refletiram a oposição entre PT e PSDB no cenário político, mas abriram espaço para um candidato que aparece na parte de baixo das pesquisas: Eduardo Jorge, do PV.

Os eleitores de Dilma Rousseff e Aécio Neves atuaram com intensidade ao longo do debate da noite desta terça-feira, na Bandeirantes. A hashtag #Dilma13MaisFuturo entrou para a lista dos assuntos mais comentados logo após o início do programa na televisão. No terceiro bloco, a menção assumiu o topo dos “Trending Topics”. A hashtag #SomosAécio45 se firmou a partir do segundo bloco. O candidato do PV, Eduardo Jorge, chamou a atenção pela primeira vez ao defender a legalização do aborto e das drogas. Mas foi a partir da metade final do debate que ele roubou a cena e chegou a alcançar o topo da lista dos assuntos mais comentados. Ao fazer uma pergunta para Marina Silva, disse que, se a dívida externa brasileira fosse auditada, “sairia magrinha como você”, o que provocou reações de apoio entre os internautas.


Outros internautas disseram que Eduardo Jorge cumpria a função desempenhada por Plínio de Arruda Sampaio nos debates entre os candidatos à Presidência em 2010. O candidato do PV foi tratado com irreverência por uma parcela dos usuários do Twitter, que brincavam com o seu estilo mais espontâneo.

Veja algumas memes de Eduardo Jorge:

Pirenópolis: Festival Promove a Cultura Brasileira

A cidade de Pirenópolis (GO) recebe, de 25 a 31 de agosto, o I Festival Internacional de Folclore e Artes Tradicionais, um evento que reúne, além de diversos estados brasileiros, representantes de cinco países para celebrar a cultura. Cerca de 10 mil visitantes são esperados e, ao longo de uma semana, terão acesso gratuito a shows, desfiles e apresentações folclóricas de grupos nacionais e estrangeiros.

"Piri", como é apelidada por quem a visita, está localizada a 120 quilômetros de Goiânia e a 140 quilômetros de Brasília. A cidade é histórica e atrai um fluxo intenso de visitantes: cerca de 20 mil por mês, segundo a secretaria de turismo local. Cachoeiras, parques, roteiros de aventura e ecoturismo estão entre seus principais atrativos. A valorização da cultura, no entanto, é um movimento que vem ganhando espaço na região - e o festival tende a reforçar.

Entre as atrações estão a primeira mostra de documentários culturais premiados no Brasil, oficinas de dança, teatro e música, um espaço lúdico para crianças e palestras sobre empreendedorismo e economia criativa.

Turistas brasileiros e das delegações do Chile, Argentina, Peru, Portugal e Eslovênia trocarão experiências culturais e poderão, ainda, degustar especialidades da cozinha goiana, como galinhada e pratos com mandioca na feira gastronômica. Durante a Copa do Mundo, a culinária brasileira foi avaliada positivamente por 93,1% dos turistas estrangeiros.

Atualmente, o lazer e os negócios impulsionam o turismo no Brasil, segundo estudos do Ministério do Turismo. De acordo com a Associação Internacional de Congressos e Convenções (ICCA), o Brasil ocupa o 9º lugar entre os países que mais realizaram eventos internacionais em 2013. Os negócios e eventos já atraem uma parcela considerável (25,3%) dos visitantes de outros países.

Fonte:

É Possível Fraudar a Urna Eletrônica nas Eleições

O sistema atual de votação eletrônica é falho e não pode garantir o sigilo do voto e a integridade dos resultados das eleições. A conclusão é do Ministério Público Federal (MPF) em São Paulo, com base em relatório apresentado à Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão por pesquisadores da Universidade de Brasília (UnB). O documento aponta ainda outras vulnerabilidades no programa usado nas urnas eletrônicas, com “efetivo potencial para violar a contagem dos votos“, destaca.

Consta de investigação preliminar do procurador Pedro Antonio Machado que urnas eletrônicas submetidas a teste de segurança apresentaram fragilidade principalmente para garantir o caráter secreto do voto.

Em tese os votos devem ser armazenados na urna eletrônica e misturados aleatoriamente pelo software programado para seguir um padrão matemático. No entanto, durante prova técnica laboratorial conduzida em 2012, os pesquisadores conseguiram colocar em ordem os 950 registros usados no teste, que foi realizado em atendimento a chamada pública do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O responsável pelo relatório, professor Diego Aranha, alertou para o fato de a prova revelar a possibilidade de descobrir em quem o eleitor votou: “Com a reordenação dos votos, é possível, sabendo os horários que os eleitores foram a determinada seção eleitoral, descobrir em quem eles votaram, sendo certo que, para isso, basta que um dos fiscais anote tais horários”, esclareceu o especialista, que hoje atua no Instituto deComputação da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). “No caso de personalidades, como candidatos das eleições majoritárias, basta que se acompanhe o noticiário para saber o horário em que exerceram o voto”, complementou Aranha.

De acordo com o documento a falha foi descoberta com rapidez pela equipe da UnB.

No entanto, devido às restrições impostas pelo comitê organizador do TSE, os pesquisadores não puderam submeter tais vulnerabilidades a novos testes, que poderiam demonstrar a existência de mais fragilidades. Segundo Aranha, os pesquisadores tiveram acesso ao código-fonte (programa em linguagem de computação) do software de votação por um período de apenas cinco horas.

Após os testes de 2012, a área de tecnologia da informação do TSE deveria corrigir as falhas apresentadas pela equipe da UnB. O detalhamento e a verificação de outrasvulnerabilidades, no entanto, não avançaram. Para as eleições deste ano o tribunal não vai realizar novos testes públicos na urna eletrônica, como vinha fazendo desde a eleição de 2010. Para a próxima eleição foi criado um grupo de trabalho – quase todo integrado por servidores do próprio TSE – pela portaria nº 215 do diretor-geral da secretaria da corte eleitoral. O objetivo é estudar e propor soluções aos problemas referentes à segurança do sistema automatizado de votação adotado no país.

Os autos foram encaminhados ao procurador regional eleitoral André de Carvalho Ramos. Ele deve remetê-los ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de SP, que dará conhecimento ao TSE.


Manchester United Muito Próximo de Anunciar Di María

Depois de longas negociações, o Manchester United está muito próximo de anunciar a contratação do atacante argentino Di María.

Di María tem 26 anos e começou a sua carreira no Rosario Central. Com 19 anos foi negociado com o Benfica onde ficou de 2007 a 2010. Em 2010 foi contratado pelo Real Madri.

Pela Seleção Argentina Di María tem 52 jogos disputados e 10 gols.

Pela transação o time inglês deve pagar cerca de 60 milhões de libras, aproximadamente 225 milhões de reais.

O jogador já fez exames médicos e já conversou com o seu futuro técnico o holandês Louis Van Gaal.

A empolgação em Manchester pela contratação é tão grande que as lojas já vendem a camisa do time com o nome de Di María.

Flamengo Caiu no Conto Do Vigário ou Melhor, Das Arábias

Ao que tudo indica o Flamengo caiu no conto do vigário. Empolgado em equilibrar o seu caixa, o clube rubro-negro anunciou a venda do atacante Hernane, o Brocador para o AL Nassr, clube da Arábia Saudita.

O time que já havia contratado o meia Marquinhos Gabriel junto ao Palmeiras, não pagou a primeira parcela que venceu no dia 17 no valor de 6 milhões de reais. Ao Flamengo caberia no negócio o valor total de 7 milhões de reais.

Apesar de não ter sido oferecida nenhuma garantia bancária, o jogador foi liberado para viajar, fazer exames médicos e assinar contrato com o time árabe.

Nesta situação o jogador não pode mais retornar ao Flamengo que como qualquer vítima de golpe nesta situação tem que correr para buscar os seus direitos. Neste caso terá que recorrer à FIFA para tentar receber o valor devido.

O clube carioca acionou o advogado carioca Marcos Motta para tentar resolver a situação. 

De qualquer maneira há uma investigação interna no Flamengo para apurar de quem é a responsabilidade pelo prejuízo. Afinal o Flamengo já havia recebido uma proposta muita boa de um time da China no começo do ano e o negócio só não foi concluído por falta de garantias bancárias. A pergunta que não quer calar é porque agora aceitaram fazer o negócio mesmo não tendo as tais garantias? 

O interessante é que Hernane parece não ter feito falta ao time rubro-negro. Depois da chegada de Luxemburgo, o time engatou uma reação surpreendente no Brasileirão e já figura na parte de cima da tabela.



Em Aparecida de Goiânia, Marconi recebe apoio de políticos da oposição

Representantes do PRTB trabalham pela reeleição do governador

Durante evento político realizado em Aparecida de Goiânia, o governador Marconi Perillo, candidato à reeleição pela coligação Garantia de um Futuro Melhor para Goiás, recebeu apoio de filiados ao PRTB, partido que integra a coligação adversária encabeçada por Iris Rezende (PMDB). Candidato a deputado estadual e um dos vereadores mais votados em Aparecida, Gilson Rodrigues da Mata, popularmente conhecido como Gilsão Meu Povo (PRTB), afirmou que ele e aliados apoiam Marconi e o deputado federal Vilmar Rocha (PSD), que disputa vaga ao Senado da República.

A reunião foi realizada no setor Aeroporto Sul, na região Oeste da cidade. Cerca de três mil pessoas participaram do evento. A vereadora Leiliane Rosa (PRTB), que assumiu a vaga de Gilsão na Câmara Municipal, também reafirmou que, nesta eleição, ela e todo o seu grupo político estarão ao lado do governador. “Vocês têm visto o quanto Marconi tem trabalhado pela nossa região e quantas parcerias têm feito com a Prefeitura de Aparecida de Goiânia. É, definitivamente, o nosso candidato”, enfatizou.

Em discurso, a vereadora condicionou o desenvolvimento de Aparecida ao trabalho conjunto que o poder público municipal precisa fazer com o governo do Estado. “Não vamos interromper os avanços que já tivemos aqui. Precisamos de pessoas competentes olhando por nós, como Marconi Perillo”, reforçou.

Perfil municipalista
Gilsão Meu Povo também destacou o perfil municipalista do governador que, segundo ele, administra o estado alheio à disputas partidárias. “Entrei na sua campanha para fazer a diferença. O povo de Aparecida é fiel e companheiro, e estará ao seu lado, governador”, disse o candidato a deputado.

Além do deputado Vilmar Rocha, participaram do evento em Aparecida de Goiânia a vereadora e segunda suplente do senatoriável, Cibele Tristão (PSDB); o ex-prefeito de Aparecida de Goiânia, José Macedo de Araújo; o deputado estadual e coordenador da campanha de Marconi na cidade, Ademir Menezes (PSD); o presidente da Goiás Industrial, Luis Maronezi; a subsecretária de Educação de Aparecida de Goiânia, professora Idelma Oliveira; e o ex-deputado federal Chico Abreu (PR). 

Obras e serviços
Marconi listou diversas obras realizadas pelo governo do Estado em Aparecida de Goiânia, como o viaduto do setor Madre Germana, a iluminação da BR-153, a instalação de um Restaurante Cidadão e de uma unidade do Vapt-Vupt no setor Garavelo, além de outros serviços que trouxeram melhorias para a população aparecidense. O governador também relembrou compromissos assumidos anteriormente com os moradores, assegurando que em breve o governo de Goiás faria a entrega, por meio da Agência Goiana de Habitação (Agehab), de escrituras para aqueles que moram nos bairros Serra das Brisas, Independência e Setor Belo Horizonte e que aguardam a resolução dos respectivos processos de regularização fundiária.

Por fim, o governador pediu votos a Gilsão Meu Povo enfatizando a importância de se eleger parlamentares da coligação liderada por Marconi. “Juntos, vamos trabalhar em prol dos aparecidenses. Não temos medo de arregaçar as mangas e de resolver problemas. Nós sabemos como resolvê-los”, ressaltou o governador.

Fotos: Marco Monteiro

Coligação governista contabiliza apoio de 50 prefeitos da oposição

Aliados do ex-pré-candidato Júnior Friboi também 
integram grupo que quer reeleição de Marconi

Ao completar 45 dias do primeiro evento oficial de sua campanha política, o governador Marconi Perillo (PSDB) já contabiliza apoio de mais de 50 prefeitos de partidos que integram coligações adversárias. A maioria pertence a siglas que sempre foram antagônicas ao PSDB em Goiás, como o PMDB, que reúne, atualmente, o maior número de prefeitos oposicionistas que aderiram ao projeto de reeleição de Marconi. O principal argumento que desponta na lista de razões pelas quais os prefeitos decidiram apoiá-lo: o caráter municipalista do governador.

Até agora, são pelo menos 18 prefeitos do PMDB (da coligação liderada por Iris Rezende), 15 dos 17 filiados ao DEM (da chapa irista), quatro do PSB (coligação de Vanderlan Cardoso) e dois do PRP (também ligados a Vanderlan), além de prefeitos do PTN, PSC e PT. Somente do partido do governadoriável Antônio Gomide são três petistas ao lado de Marconi. Prefeitos ligados ao ex-pré-candidato peemedebista Júnior Friboi também afirmam que estão com o governador, como o de Iaciara, Aguinaldo Gomes Ramos, e o de Simolândia, José Neto (ambos do PROS).

Este quadro remete à campanha de 2010, quando cerca de 27 prefeitos do PP vieram, em debandada, apoiar o governador. À época, o Partido Progressista integrava a coligação de Vanderlan Cardoso, que era apoiado pelo então governador Alcides Rodrigues, que pertencia à sigla.

Os prefeitos que passaram a apoiar Marconi reconhecem e afirmam que “Goiás nunca esteve tão bem”, e se dizem cientes de que o Estado retomou o crescimento e se desenvolveu significativamente nesta gestão, a exemplo das outras administrações do tucano, alcançando números vultosos na economia, industrialização, geração de empregos e transformação da infraestrutura, com a recuperação de cinco mil quilômetros da malha rodoviária e construção de mais outros 2,5 mil.

Eles destacam, ainda, o grande salto na área da educação e na saúde, com a chegada das Organizações Sociais (OSs), que revolucionaram os padrões de excelência no atendimento da saúde pública estadual. Até mesmo os adversários de Marconi reconhecem o sucesso das OSs e afirmam que elas devem ser mantidas.

Parcerias
O aspecto mais lembrado pelos prefeitos é a marca municipalista das gestões de Marconi. Durante seus governos, cada um dos 246 municípios goianos foi atendido com obras, serviços e programas sociais, como aponta o prefeito de São João D’Aliança, Atos Ferronato (PSB): “Ele sabe trabalhar, corre atrás, levanta, não fica parado no tempo. Marconi ajuda Goiás e os municípios, principalmente, porque ajuda os prefeitos. Acolhe, atende as demandas. Não é um governador que só se preocupa com a Capital. Por todo canto de Goiás, vejo obras do governo estadual”, relata. “Entrei para a política para ajudar o meu povo, por isso, voto em Marconi novamente, porque Goiás precisa continuar com tantas obras e desenvolvimento”, afirma.

Prefeito de Turvelândia, Ailton Minervino (PMDB) diz que seu município sempre obteve apoio de Marconi enquanto governador. “Estou no meu segundo mandato, e ele, mesmo sabendo que pertencia ao maior partido de oposição no Estado, ajudou Turvelândia, atendendo as demandas da prefeitura. Minha cidade sempre foi administrada por peemedebistas, e tenho que reconhecer que nunca vi um governador com tanta garra para trabalhar e tão parceiro dos prefeitos”, declara.

Quem também reconhece e admira o caráter municipalista do governador é o prefeito de Goiatuba, Fernando Vasconcelos (PMDB). “É um gestor municipalista, e as prefeituras precisam disso, de um governador democrático. Por acompanhar o seu trabalho, entendi que ele é o melhor para Goiás. Assumi a prefeitura há dez meses, mas já vejo muitas obras, como a recuperação das rodovias estaduais que cortam o município. Ganhamos uma unidade do Vapt Vupt, pavimentação urbana, a sede do Corpo de Bombeiros, que está sendo instalada, e infraestrutura para nosso Distrito Industrial”, enumera.

O prefeito de Taquaral, Willis Moraes (Ziro, DEM) é categórico: “Com certeza é um governador que não escolhe partido, ajuda a todos que precisam. Em Taquaral, mais de 60% da população está com ele”, garante o democrata, que destaca o início da construção da rodovia que liga a cidade à Santa Rosa como uma das mais importantes obras da região. 

Prefeito de Nazário, Adalcino Rosa (DEM) explica que apoia Marconi desde a primeira vez em que o tucano se candidatou ao governo do Estado, em 1998, porque desejava profundas mudanças em Goiás. “Depois desses anos, vendo que as coisas têm dado certo, vou trabalhar mais ainda, todos os dias, para que ele continue a trabalhar por nós. Já vi vários governadores que fizeram meia dúzia de estradas, alguns mutirões, mas um homem que fez um Estado inteiro em um mandato tem que ser é presidente da República futuramente”, sugere.

Um dos 18 prefeitos do PMDB que apoiam Marconi, João Eustáquio, que administra São Patrício, afirma que não tem razão para apoiar outro candidato ao governo estadual a não ser Marconi. “É um parceiro que me ajudou sempre. Meu município e eu somos gratos a ele por isso. Logo, meu apoio é natural”, explica o prefeito, destacando que está sendo possível, por meio de convênio com o governo do Estado, recapear as ruas da cidade, entre outras parcerias. “E a reconstrução da GO-154, que liga Ceres a Carmo do Rio Verde, passou a ajudar muito a região”, diz.

Iniciativa própria
Desde que seu partido tomou outro caminho em relação à eleição para o governo do Estado, no mês de março deste ano, o prefeito de Petrolina de Goiás, João Bento (PSB), decidiu apoiar o governador Marconi Perillo. “Fiquei descontente com a decisão do meu partido, e comecei a buscar o que entendia ser o melhor para Goiás. Em nenhum momento fui convidado ou pressionado a apoiar Marconi. Tomei a iniciativa por conta própria, porque o que vejo é que Goiás se transformou em um imenso canteiro de obras. Pavimentações, duplicações, iluminação de rodovias, viadutos, construção do Hugo 2. Marconi é republicano, e o interesse dele é ajudar o povo”, ressalta.

O prefeito de Piracanjuba, Amauri Ribeiro (PRP), afirma que está com Marconi porque Goiás não pode correr o risco de cair em outro governo que “trave” o desenvolvimento do Estado. O prefeito de Planaltina de Goiás, Elis Reis (PSC), reitera: “Temos muita esperança nele para termos um futuro cada vez melhor”.

Criado em 2002 por Marconi, CRER inspira construção de centro de reabilitação no Tocantins

Senadora tocantinense Kátia Abreu, do PMDB, visitou 
local e elogiou modelo de gestão hospitalar

Senadora pelo PMDB do Tocantins, Kátia Abreu esteve, nesta segunda-feira (25/08), no Centro de Reabilitação e Readaptação Dr. Henrique Santillo (CRER). Criado pelo governador Marconi Perillo em seu primeiro governo (1999-2002), o local é considerado um dos maiores exemplos de atendimento humanizado e especializado em reabilitação às pessoas com deficiência física, auditiva, visual e intelectual do Brasil. Agora, servirá de inspiração para um centro de readaptação que será construído em Araguaína, no Tocantins. “A esperança que enxergamos nos olhos dos pacientes goianos é a mesma que queremos levar para nosso Estado”, afirmou Kátia.

O lançamento do projeto de construção e viabilização do hospital tocantinense foi realizado em 2013. Em maio deste ano, o Ministério da Saúde garantiu a liberação de R$ 5 milhões para o início das obras. Estes recursos são o pontapé inicial necessário para a realização do processo licitatório. “Fiquei sabendo da existência do CRER por meio do próprio ministro da Saúde, que, desde o início, garantiu que este hospital é exemplo para todo o País”, ressaltou a senadora.

Desde a fundação, em 2002, a unidade goiana atende cerca de três mil pacientes todos os dias. Quando inaugurado, o local contava com uma estrutura física de 8.983,83 m². A experiência deu certo e foi necessário ampliar suas instalações para continuar atendendo com eficiência. Atualmente, novos 16.964,08 m² já estão em funcionamento. “O CRER é um sonho goiano que vamos levar para o Tocantins. Trata-se de um projeto que deu certo e, hoje, é referência em atendimento humanitário”, declarou a senadora.

Gestão por OS
Outro ponto destacado pela parlamentar peemedebista foi a gestão do CRER. Segundo ela, é perceptível que o sistema de gestão realizado por meio de Organizações Sociais (OSs), também idealizado pelo governador Marconi Perillo, é aplaudido por todo o Estado. “Tudo é feito com muita transparência e responsabilidade. E os resultados estão aí: atendimento de qualidade, honestidade e, principalmente, sem burocracias”, reiterou. 

O Centro de Reabilitação e Readaptação Dr. Henrique Santillo é administrado pela Associação Goiana de Integralização e Reabilitação (Agir).  De acordo com Kátia Abreu, a gestão do CRER é tão exemplar que a ideia é levá-la para administrar o centro de reabilitação tocantinense. “Queremos que a Agir administre nosso hospital. É um modelo que deu certo por ser ágil e eficaz”, finalizou.

Fotos: Humberto Silva

Marconi: “Temos feito a nossa parte. E como candidato, sei que podemos fazer muito mais”

Em entrevista à TV Capital, governador reafirmou compromisso 
em manter ritmo de crescimento acelerado do Estado


Em entrevista à TV Capital, o governador Marconi Perillo, candidato à reeleição pela coligação Garantia de um futuro melhor para Goiás, apresentou dados que confirmam salto histórico que Goiás deu em suas três gestões. De acordo com Marconi, estes resultados são fruto de grandes projetos e ideias inovadoras, além de administrações feitas com foco nos goianos. Sabatinaram o governador o jornalista André Marques e o padre Jesus Flores. “Temos feito bem a nossa parte”, sintetizou o governador, que se destacou ainda mais, na entrevista, por ter amplo domínio e conhecimento de todas as áreas, números e estatísticas do seu governo.

Questionado sobre investimentos em diversos setores, Marconi disse estar convicto de que as políticas públicas e outras diretrizes adotadas em seus mandatos foram acertadas. “Não tenho dúvida de que temos vivido sucessivos avanços, em todos os aspectos, para a nossa população e para nosso Estado”, enfatizou. “Antes, quando visitávamos outras unidades da federação, éramos tratados com desdém por acharem que Goiás era um estado periférico, sem valor e sem expressão. Hoje, isso mudou. Goiás é respeitado e em vários aspectos. Não somente nas iniciativas governamentais, mas também no que se refere à iniciativa privada. Se sou candidato é porque sei que ainda podemos fazer muito mais”.

Ao falar da economia goiana, Marconi relatou a sequência de resultados positivos que apontam que Goiás cresce acima da média nacional. “Quando assumi, em 1999, o nosso Produto Interno Bruto (PIB) era de R$ 17,5 bilhões. Fecharemos 2014 com um valor superior a R$ 150 bilhões. E no ano passado, enquanto o Brasil registrou um déficit comercial de US$ 2 bilhões, Goiás apresentou um superávit de US$ 2 bilhões. Ao contrário das estatísticas nacionais, que revelam queda na industrialização e exportações, temos crescido”, exemplificou.

“Além disso, tivemos um crescimento expressivo em outros índices, como o IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) e o Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), onde saltamos do 16º para o 5º lugar no ranking do Ensino Médio”, acrescentou. Questionado sobre as estratégias para manutenção deste ritmo de crescimento, o governador afirmou que houve uma política ostensiva de incentivos e de importantes parcerias comerciais para a vinda de indústrias e de investimentos privados – inclusive do exterior - para o Estado. 

“É como se ‘trocássemos’ imposto por empregos. Trocamos imposto por industrialização, por agregação de valor à nossa matéria-prima. Por isso, o polo metal-mecânico, em Goiás, já está consolidado, assim como tantos outros polos”, disse Marconi, citando grandes montadoras que estão instaladas aqui e que têm gerado milhares de empregos diretos e indiretos.

O que ainda precisa ser feito
De acordo com o governador, muito já foi feito até aqui, mas é possível investir ainda mais e intensificar esforços em setores importantes da administração pública estadual, como, por exemplo, na Segurança Pública. Nesta entrevista à TV Capital, ele voltou a defender mudanças na legislação penal e cobrou apoio do governo federal aos estados. “Os governos estaduais, sozinhos, não conseguem investir maciçamente em Segurança Pública. Em Goiás, temos feito além do que é possível, pois esta área é prioritária para nós. Mas precisamos de recursos da União, que, infelizmente, não tem colaborado como deveria”, pontuou.

Ele revelou ainda que estão sendo construídos quatro novos presídios regionais, com capacidade média para 300 reeducandos em cada um deles. “Ninguém pode nos acusar de sermos omissos. Fizemos, estamos fazendo e faremos ainda mais na Segurança Pública. As nossas polícias eram extremamente desmotivadas e desvalorizadas no passado. Peçam para que (os policiais) mostrem seus contracheques da época de outros governos. Tenho certeza de que a maioria esmagadora dirá que agora são respeitados. Estão todos empolgados com nosso projeto (de reeleição)”.

Marconi também disse que “manterá o pé no acelerador” e conseguirá, se reeleito, viabilizar novos projetos e aplicar ainda mais recursos em educação, programas sociais – com destaque para a Bolsa Universitária, entre outros -,saneamento e duplicações e revitalizações de rodovias estaduais.

E afirmou ainda que “é preciso reparar eventuais equívocos que, porventura, ocorrem nas administrações públicas”. “E é imprescindível que melhoremos e ampliemos aquilo que está dando certo. Nenhum ser humano é perfeito. Erramos, mas sempre procuramos sanar as dificuldades. Peço o voto de vocês para que Goiás não retroceda e para que continuemos a promover melhorias significativas na vida dos goianos”, concluiu.