sábado, 11 de fevereiro de 2017

Comandante Geral Diz Que A Situação da PM de Goiás é Bem Melhor Que no Restante do Brasil

Ao centro major Emerson Comandante do 7º BPM
O comandante geral da PM do Estado de Goiás, Coronel Divino Alves,   usou as redes sociais para fazer um esclarecimento sobre áudios atribuídos a policiais,  convocando militares para fazer greve.

Antes das palavras do Coronel Divino Alves cabe aqui um depoimento sobre o trabalho realizado pelo Major Emerson, no comando do 7º BPM que é responsável pelo policiamento de uma região com aproximadamente 300 mil habitantes. 

Sob o comando do Major Emerson os policiais tem o seu trabalho valorizado e reconhecido pela população, pois, existe um canal de comunicação direto com o comando e  a população. Esse dialogo, gera confiança e colocada a população participando diretamente do planejamento e ajudando no monitoramento dos bairros.

Esse trabalho de humanização dos policiais tem produzido grandes resultados. Sabemos que policiais são, assim como nós,   pais de família, lutando pelo pão de cada dia. Essa humanização da policia militar e aproximação com a comunidade,  tem dignificado o trabalho dos policias e obtido resultados práticos com redução dos índices de criminalidade e desta forma,  a população tem reconhecido o trabalho dos policiais. 

Manifesto do Comandante Geral da PM de Goiás Coronel Divino Alves

Bom dia! Quero me dirigir a cada policial militar, e a cada cidadão Goiano, a fim de fazer esclarecimentos sobre um áudio que anda a circular nos grupos de WhatsApp, quer de policiais militares, quer de grupos de pessoas da sociedade organizada: 

1. Em momento algum, e nem de longe, a situação dos funcionários públicos do Estado de Goiás, e incluo aqui a Polícia Militar Goiana, se parece com a que infelizmente vive a PM Capixaba ou a PM Carioca. 

2. Se por lá, os pagamentos estão em atraso, e o 13° salário não é pago, aqui em Goiás, temos ambos em dia, e inclusive o pagamento foi creditado ontem. 

 3. Se nos citados estados, os governos tardam em reconhecer suas policias, aqui em Goiás, o resgate de compromisso de aumento salarial na ordem de 12, 33 %, no mês de dezembro, já foi cumprido e os PMS estão a receber tal aumento. 

 4. Importante ressaltar, que as Associações que representam verdadeiramente a PMGO, sempre souberam e repito, sempre souberam levar à mesa, suas reivindicações, para que no processo do diálogo e negociação, fossem construídas saídas que atendam as necessidades dos integrantes da corporação e do governo, e os resultados também sempre foram satisfatórios. 

5. Medidas de cunho puramente político e especulativo, como a proposta no citado áudio, firmadas no radicalismo, vem frontalmente contra os interesses de policiais militares que estão a cumprir seu papel constitucional, e contra a própria população. 

6. Existem de fato, preocupações clássicas no que se refere a mudanças na previdência, mas que estão a acontecer no âmbito federal e não aqui no estado. 

7. A irresponsabilidade daqueles que, de forma inconsequente semeiam o caos, deixa claro que não estão à serviço da população, e não tem e não terão o amparo e nem voz no Seio da Corporação e muito menos junto às famílias goianas. 

Goiânia, 11 de fevereiro de 2017. Coronel Divino Alves. Comandante Geral da PMGO.