segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Araújo Marca Na Estréia Mas Cruzeiro Canta de Galo No Mineirão


A primeira partida do novo Mineirão terminou com vitória celeste. Mais consistente no jogo, o Cruzeiro derrotou o Atlético, por 2 a 1, com gols de Marcos Rocha, contra, e Dagoberto. O estreante Araújo marcou para o Galo. O duelo foi válido pela terceira rodada do Campeonato Mineiro'2013. 


Depois de uma tarde confusa na chegada ao Mineirão, já que os bares, banheiros e serviços de utilidade não funcionaram normalmente, as duas torcidas acompanharam um clássico muito disputado. Pelo Cruzeiro, o destaque foi Everton Ribeiro. Pelo lado atleticano, o goleiro Victor fez duas defesas que evitaram um placar elástico.
Clássico tenso

O jogo foi nervoso, truncado e cheio de faltas. Como é comum em início de temporada, as equipes tiveram muito mais disposição do que futebol para mostrar ao torcedor.

Esperava-se o Atlético, com a base de 2012 mantida, mais organizado que o Cruzeiro, cheio de estreantes. Mas em campo, o roteiro foi diferente.
Rodrigo Clemente/EM/D. A Press


O Cruzeiro foi mais consciente em campo, com o estreante Everton Ribeiro se destacando na distribuição das jogadas e Anselmo Ramon na área.

Já o Atlético não teve saída de bola e voltou a apresentar uma aposta do ano passado: a ligação direta da defesa com o ataque.

O primeiro chute a gol foi aos 11 minutos, quando Everton Ribeiro tabelou com Anselmo Ramon, chutou e o goleiro Victor pegou.

A primeira torcida a festejar um gol no novo Mineirão foi a do Cruzeiro, aos 22 minutos. A curiosidade é que foi marcado por um atleticano. A jogada iniciada por Ricardo Goulart, que passou ainda pelo cruzamento de Leandro Guerreiro, foi finalizada pelo lateral Marcos Rocha, de cabeça, disputando lance com Anselmo Ramon: 1 a 0.

Cinco minutos depois, o Atlético empatou. Ronaldinho Gaúcho levantou a bola na área e, depois do bate-rebate, Araújo mandou as redes: 1 a 1.
Alexandre Guzanshe/EM/D. A Press
Araújo aproveitou sobra na área e deixou tudo igual


Na etapa final, o Galo voltou com duas alterações. O técnico Cuca sacou os volantes Pierre e Leandro Donizete para as entradas de Gilberto Silva e Serginho. Começou bem, com Bernard e Jô perdendo chances. Mas voltou a insistir em chutões.

O Cruzeiro fez duas mudanças aos 13 minutos, com Dagobeto e Alisson entrando nas vagas de Ricardo Goulart e Everton. No minuto seguinte, Anselmo Ramon mandou a bomba e Victor salvou o Galo.

Aos 16, o Cruzeiro voltou a ficar em vantagem. Desta vez, Anselmo Ramon cruzou e o estreante Dagoberto fez de cabeça: 2 a 1.

O jogo ganhou clima mais tenso depois que Leandro Guerreiro fez falta dura em Ronaldinho e foi expulso após receber o segundo cartão amarelo.

Mesmo com um jogador a mais em campo, o Atlético teve dificuldades para criar oportunidades. Na melhor delas, aos 27 minutos, Jô recebeu na frente, invadiu a área e bateu rente à trave.
Alexandre Guzanshe/EM/D. A Press
Dagoberto festejou gol da vitória com Anselmo Ramon


Nos contra-ataques, o Cruzeiro teve tudo para ampliar a vantagem. Aos 39 minutos, Nilton avançou sozinho, tinha Dagoberto ao lado e preferiu chutar. Victor defendeu com os pés. Aos 44, Ronaldinho perdeu a bola, Dagoberto rolou para Nilton, que chutou na trave. Fim de jogo: 2 a 1.

FOTOS DA TORCIDA DO CRUZEIRO

FOTOS DA TORCIDA DO ATLÉTICO

CRUZEIRO 2 X 1 ATLÉTICO

CRUZEIRO
Fábio; Ceará, Bruno Rodrigo, Paulão e Egídio; Leandro Guerreiro (expulso), Nilton; Everton Ribeiro (Tinga), Ricardo Goulart (Dagoberto) e Everton (Alisson); Anselmo Ramon.
Técnico: Marcelo Oliveira

ATLÉTICO
Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Réver e Junior César; Pierre (Gilberto Silva), Leandro Donizete (Serginho), Araújo (Alecsandro) e Ronaldinho; Bernard e Jô.
Técnico: Cuca

Motivo: 3ª rodada do Campeonato Mineiro (jogo antecipado)
Estádio: Mineirão, em Belo Horizonte
Data: 3 de fevereiro de 2013

Gols: Marcos Rocha, contra, 22min 1ºT; Araújo, 27min 1ºT; Dagoberto, 16min 2ºT;

Árbitro: Cleisson Veloso Pereira (CBF)
Assistentes: Márcio Eustáquio Santiago (Fifa) e Guilherme Dias Camilo

Cartão amarelo: Leonardo Silva, Junior César, Leandro Donizete (ATL); Dagoberto (CRU)
Cartão vermelho: Leandro Guerreiro (CRU)

Pagantes:
 52.989
Renda: R$ 3.677.635,00

Superesportes